ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Gabinete da prefeita

Prefeitos brasileiros e argentinos participam de live sobre a pandemia

Prefeita de Pelotas foi convidada para compartilhar ações executadas no município para conter o aumento de casos de Covid-19

Por Alessandra Senna 30-04-2020 | 10:15:30

Por cerca de uma hora e meia, as medidas de enfrentamento à pandemia causada pelo novo coronavírus estiveram em pauta em uma transmissão ao vivo promovida pela Federação Nacional do Prefeitos (FNP) na página da entidade no Facebook. A prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas, foi convidada a participar do encontro virtual para compartilhar as medidas adotadas no município e também conhecer as experiências de três gestores argentinos: Pablo Javkin do município de Rosário, Fabian Cagliardi da cidade de Berisso e Javier Gastón de Chascomús, as duas últimas pertencentes à Província de Buenos Aires

A videoconferência foi mediada pelo prefeito de Florianopólis, Gean Loureiro, que lembrou que a cidade é um dos locais no Brasil que mais recebe turistas argentinos no verão. Loureiro citou as medidas restritivas adotadas na capital catarinense, que tem 412 casos confirmados de moradores infectados pelo coronavírus.

A prefeita de Pelotas abriu a participação falando sobre a importância de acompanhar e compartilhar a experiência que está vivendo com outros gestores, principalmente, com o argentinos que têm conduzido as ações contra a pandemia de uma forma diferenciada dos brasileiros- preconizando o isolamento social como uma decisão conjunta dos governantes do país vizinho. Paula salientou que a questão sanitária é prioridade para ela, assim como para a maioria dos chefes dos executivos municipais do país, sem esquecer da preocupação com os prejuízos econômicos e sociais causados pelo novo coronavírus. 

Case de Pelotas

Sobre as medidas tomadas desde o surgimento dos primeiros casos da doença, a prefeita citou o fechamento do comércio, a suspensão das aulas e a proibição das aglomerações. "Criamos, também, alternativas de atendimento na área da saúde, como o Teleconsulta, além de prepararmos a rede de assistência primária- as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) separando os pacientes com sintomas de viroses gripais a partir de uma triagem e do horário de funcionamento desses locais. Tudo como prevenção para tentar evitar o contágio entre as pessoas", contou. Paula ainda destacou o aumento, em pouco mais de um mês, do número de leitos disponíveis para tratamento da doença com a abertura do Centro Covid e a destinação de alas em hospitais como locais de referência para casos de pessoas com sintomas gripais- Santa Casa e Hospital Escola da UFPel.

"Hoje estamos entre os dez maiores municípios do nosso Estado, com melhor desempenho relacionado ao isolamento social. Já alcançamos índices em que 70% da população se manteve em casa, o que significa que a população atendeu ao nosso pedido", relatou Paula sobre o comportamento dos moradores da cidade.

Prefeita compartilhou medidas de enfrentamento ao novo coronavírus com prefeitos argentinos - Foto : Rodrigo Chagas

Questionamentos

Logo em seguida a chefe do executivo pelotense abriu a rodada de perguntas aos prefeitos argentinos, questionando como cada um está trabalhando em seu município e se há um apoio governamental na tomada de decisões relacionadas ao controle e combate ao coronavírus. 

Os três convidados destacaram o isolamento social rigoroso, mantido em todo o país, como a principal ação realizada até agora. Segundo dados divulgados pelo governo argentino, o país tem cerca de 4.400 casos confirmados da doença e está entre as nações que mais tem conseguido conter a expansão da pandemia.

"Tomamos a iniciativa cedo e assim estamos conseguindo controlar a curva de contágio, além de ter sido uma forma eficiente para termos tempo de preparar o nosso sistema de saúde para atender aos doentes", destacou Pablo Javkin, prefeito de Rosário.

Os intendentes também destacaram a dificuldade inicial em garantir a segurança dos profissionais da área da saúde pela falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) disponíveis no mercado, assim como o pouco recurso disponível para a aquisição. Situação superada com a ajuda dos governos das províncias e federal. A assistência social, principalmente a entrega de alimentos para a população que tinha atividades informais e precisou ficar em casa cumprindo a obrigatoriedade estabelecida pelo governo argentino, foi outro ponto destacado.

Ao serem questionados pela prefeita Paula sobre como estão se preparando a retomada das atividades econômicas a partir da redução de casos de Covid-19, os convidados salientaram o impulsionamento do comércio eletrônico, além da facilitação de crédito para as empresas que precisam manter em dia o pagamento dos trabalhadores. 

Conselho

Ao encerrar a videoconferência os argentinos foram enfáticos sobre não "ceder a pressões" para o retorno das atividades nesse momento. " O isolamento social é fundamental para salvarmos vidas. A pandemia vai passar e vamos voltar a crescer", alertou o Fabian Cagliardi, prefeito de Berisso. 

A prefeita de Pelotas agradeceu o compartilhamento de informações, que segundo ela, se torna de extrema importância em um momento de incertezas para a tomada de decisões. " Mas acredito que essa pandemia irá trazer uma profunda transformação- estamos todos passando por um momento muito parecido. A pandemia tem nos estimulado a buscar soluções para simplificar a vida das pessoas", disse Paula ao se despedir dos prefeitos argentinos.

Tags

saúde, coronavírus, live, experiências, isolamento, Argentina

Carregando 0%