ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Saúde

Comitê prepara mais leitos a fim de tratar possíveis infectados

Equipe científica definiu o uso de ginásios para atender pacientes contaminados pelo novo coronavírus

Por Alessandra Senna 01-04-2020 | 13:18:43

Os integrantes da equipe científica do Comitê Municipal de Crise estiveram reunidos com a prefeita Paula Mascarenhas, na manhã desta quarta-feira (1º), para planejar a ampliação da estrutura de atendimento de possíveis infectados, em Pelotas, pelo SARS-CoV-2, vírus causador da Covid-19.

Entre os presentes no encontro, o reitor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Pedro Curi Hallal; a superintendente do Hospital Escola da UFPel, Samanta Madruga; e a secretária municipal de Saúde, Roberta Paganini. A proposta do grupo é transformar dois ginásios da cidade em enfermarias.

Prefeita Paula articula ações com reitor da UFPel e demais parceiros do enfrentamento – Foto: Gustavo Vara

A partir da análise de algumas projeções feitas pelos especialistas sobre o avanço da transmissão do novo coronavírus no município, a comitiva sugeriu os ginásios do Sesi e do colégio Pelotense, ambos localizados no prolongamento da avenida Bento Gonçalves, como eventuais locais das enfermarias.

"A ideia é que tenhamos, nesses dois espaços amplos, cerca de 200 leitos, capazes de acolher pessoas que não precisem de tratamento intensivo", calculou a prefeita Paula.

Hoje, a cidade conta com 30 leitos, entre adultos e pediátricos, no Hospital Escola (HE) UFPel e no Hospital Universitário São Francisco de Paula (HUSFP) da UCPel, destinados ao atendimento de pacientes da Covid-19. Com as atividades no Centro de Atendimento a Síndromes Gripais, serão oferecidas mais 30 unidades a adultos e 15 a crianças, divididas entre enfermaria e UTI.

Deliberação: centralizar internação de quem precisar de UTI, durante pico do contágio – Fotos: Gustavo Vara

+Prefeita vistoria obras no Centro de Atendimento a Síndromes Gripais

A equipe também discutiu a possibilidade de um hospital privado da cidade centralizar a internação dos pacientes que necessitem de Unidade de Tratamento Intensivo durante o pico de transmissão do vírus. 

"No que se refere aos casos mais graves, vamos precisar de leitos mais equipados, com respiradores; daí a importância de termos o apoio de uma instituição particular", explicou a secretária de saúde. Para aumentar o número de leitos de UTI, a Prefeitura adquiriu quatro respiradores e aguarda novos equipamentos prometidos pelo Ministério da Saúde.

Não caia em fake news

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram, Twitter e WhatsPel.

Confira as fotos da reportagem no Flickr da Prefeitura.

Tags

pelotas, enfermaria e UTI, enfermarias em dois ginásios, comitê municipal da crise, equipe científica, novo coronavírus, covid-19, ações de enfrentamento, ampliação da estrutura, atendimento, possíveis infectados

Carregando 0%