ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Concursos

Prefeita anuncia mais 10 leitos de UTI Covid

Novos leitos funcionarão na Beneficência Portuguesa e devem entrar em atividade ainda nesta semana. Município tem novo decreto para conter a pandemia

Por Alessandra Senna 01-03-2021 | 18:38:54

Na mesma transmissão via redes sociais, realizada na tarde desta segunda-feira (1°), em que apresentou o novo decreto de enfrentamento à pandemia, a prefeita Paula Mascarenhas anunciou a ampliação da rede hospitalar para casos suspeitos e positivos para coronavírus em Pelotas. O Município passa a contar com mais dez leitos de UTI Covid na Beneficência Portuguesa, alcançando um total de 50 vagas.

Paula esclareceu que o aumento de dez leitos se deu após tratativas com a direção do hospital, que disponibilizou dez vagas da UTI Geral para atenderem exclusivamente pacientes Covid. Agora o hospital se prepara para colocar em operação, nos próximos dias, os leitos. A ampliação de 40 para 50 leitos de UTI Covid representa um aumento de 20% em vagas para tratamento intensivo destes casos.

"Não é fácil fazer esse tipo de ampliação, ainda mais do ponto de vista de recursos humanos, mas a Beneficência mais uma vez está sendo parceira do Município, auxiliando neste desafio", disse a gestora ao salientar que a ampliação representará um incremento de R$ 200 mil para o funcionamento dos novos leitos e que espera um aceno positivo do governo federal para manutenção do repasse de recursos para os serviços relacionados a pandemia.

A chefe do Executivo ainda salientou que mesmo com os novos leitos, o momento não é de relaxamento dos protocolos sanitários, mas de cumprimento das regras da bandeira preta - classificação estendida para todo o Estado nesta semana. Paula ainda explicou que em alguns momentos Pelotas já alcançou 100% da capacidade hospitalar, mas que esse dado é dinâmico por depender de altas e óbitos.

Notificação dos casos

Ainda durante a transmissão de vídeo, a prefeita alertou sobre a importância da notificação correta de casos positivos. Segundo ela tanto os laboratórios, os locais onde são feitas as testagens, quanto as pessoas que procuram pelos serviços, precisam garantir o registro correto e completo dos dados.

"É essencial que as pessoas informem suas profissões, o local de trabalho, até como forma de evitarmos possíveis surtos. A Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) precisa dos registros completos das pessoas testadas, até para agirmos no controle da pandemia", apelou a gestora municipal.

Em transmissão pelas redes sociais prefeita anunciou ampliação de leitos de UTI Covid - Fotos: Michel Corvello

Vacinação, com tranquilidade, nos próximos dias

Emocionada, Paula falou sobre o trabalho intenso realizado na vacinação volante realizada no último fim de semana no campus do IFSul. Segundo ela, no domingo a ação registrou um dos processos mais ágeis já feitos desde o início da imunização em Pelotas.

"Das 9h até às 16h vacinamos mil pessoas, isso dá uma média de duas pessoas vacinadas por minuto. Isso é resultado do trabalho de profissionais, de servidores que estão se doando a uma causa coletiva, completamente nova para todos nós", informou ao lamentar que nem todos que procuraram o drive thru conseguiram se vacinar no domingo.

"Ficamos chateados de ter mais procura do que vacinas no domingo. Apesar da experiência em vacinação, estamos vivendo a escassez do produto com a ansiedade da população. Quero dizer que os idosos que não se vacinaram ontem, serão vacinados ao longo da semana, tem vacina suficiente para todos", reiterou.

A imunização contra a Covid-19 ocorre em sete escolas municipais, em diferentes pontos da cidade. Nesta terça-feira (2), receberão a vacina os idosos com mais de 82 anos. A partir de quarta-feira (3) será a vez daqueles com mais de 80 anos.

Decreto segue regras estaduais

Paula explicou que o Decreto Municipal n° 6.376, publicado nesta segunda-feira, remete aos protocolos do decreto estadual, com alguns destaques feitos pela Prefeitura, como a proibição expressa da permanência de pessoas em locais públicos, inclusive na faixa de areia da praia. As cirurgias eletivas e os procedimentos que necessitem de anestesia estão suspensos, salvo em casos de urgência e emergência.

"Os estabelecimentos cuja a atividade principal seja a venda de produtos essenciais de primeira necessidade (alimentos, bebidas e produtos de higiene e limpeza de primeira necessidade), estão permitidas. Mas é importante lembrar que os comércios de produtos essenciais não poderão vender itens não essenciais como roupas, calçados e eletrodomésticos", salientou Paula ao confirmar que estão liberados os formatos tele-entrega, take way e drive-thru.

No âmbito da administração pública, estão proibidos capacitações, concursos e servidores não poderão realizar viagens intermunicipais. A Prefeitura não terá atendimento presencial até dia o dia 7 de março, apenas tele-atendimento. Estão mantidos os serviços das secretarias municipais de Saúde, Trânsito e Transporte, Assistência Social, Segurança Pública e do Sanep. As demais repartições municipais funcionarão com escala e 25% dos servidores. Serviços de zeladoria e obras serão executados com 75% dos trabalhadores. Prazos de processos administrativos estão suspensos. Procedimentos licitatórios prosseguem desde que atendam protocolos sanitários.

A prefeita ainda reafirmou que a fiscalização realizada pela Guarda Municipal e as forças de segurança será intensa durante esta semana. "Pedimos que a população não infrinja as normas desse decreto. A empatia, o sentido coletivo, que temos visto desde o início da pandemia, são muito importantes", concluiu.

  

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram @prefeituradepelotas, Twitter @PrefPelotas e canal WhatsPel.

Tags

saúde, coronavírus, leitos, Pelotas, prefeita

Carregando 0%