ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Assistência Social

Prefeitura entrega alimentos a famílias do Residencial Roraima

Necessidade de distanciamento social, devido à crise da pandemia, leva Município a abastecer famílias em situação de vulnerabilidade, identificadas pela equipe

Por Ascom 08-04-2020 | 11:46:16

Muitas famílias, devido ao distanciamento social necessário para evitar disseminação do novo coronavírus, ficaram sem orçamento ou perderam boa parte da renda. Com a finalidade de intervir, enquanto Poder Público, no intento de suprir parcela das necessidades básicas dos moradores dos residenciais faixa 1 do Minha Casa Minha Vida, a Prefeitura de Pelotas entregou alimentos na manhã desta quarta-feira (8).

Parceria entre as secretarias de Assistência Social (SAS) e de Habitação e Regularização Fundiária (SHRF) permitiu o início da distribuição de sacolas com os produtos às pessoas em situação socioeconômica crítica.

Adicionalmente, prevalece a orientação da prefeita Paula Mascarenhas. "Peço a colaboração da sociedade: ajudem ficando em casa! Esta é a principal recomendação da Organização Mundial da Saúde e dos especialistas. Precisamos acreditar na ciência", disse a prefeita em entrevista coletiva nessa terça (7).

Primeiros beneficiados

As 50 primeiras famílias beneficiadas moram no Residencial Roraima e receberam as mercadorias em casa, para impedir aglomerações nas áreas comuns. Nesta quinta-feira (9), será a vez do Residencial Amazonas. A divulgação do cronograma dos demais sairá nos próximos dias.

Equipes pedem que doações de Itens de alimentação e de higiene não parem – Foto: Rodrigo Chagas

O secretário da Assistência Social (SAS), Márcio Sedrez, lembra que o governo municipal continua atendendo as famílias que já estavam cadastradas ao recebimento de alimentos e muitas outras que perderam rendimentos durante a crise da Covid-19. O titular da pasta municipal reforça, contudo, o quanto é fundamental ficar em casa ao máximo, evitando que o vírus se espalhe em Pelotas.

Os gêneros alimentícios que chegam às mãos de quem mais precisa são comprados pela Prefeitura e doados pela comunidade, por isso ele reforça o pedido: "quem puder, doe".  

Entre os que receberam os artigos no residencial, parte já tinha cadastro no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) – agora, os servidores vão até os condomínios, inibindo o deslocamento e a circulação de um grande número de pessoas. Outras famílias foram apontadas pelos síndicos e representantes dos blocos por estarem mais vulneráveis financeiramente, neste momento.  

Alimentação e higiene

As doações de alimentos para pessoas em situação de rua e demais famílias em situação de vulnerabilidade não param de chegar e continuam bastante essenciais à subsistência de parcela da população. Produtos de higiene e limpeza são muito importantes e cada vez mais, pois o seu uso está entre as medidas de prevenção à doença, e a Secretaria tem conseguido pouca quantidade.

Saiba como doar

Os itens podem ser entregues na Secretaria de Assistência Social (rua Marechal Deodoro, 404), das 8h às 14h. Ou, após este horário, na Casa de Passagem (rua Três de Maio, 1074). Caso a pessoa não tenha como se locomover até lá, poderá usar o telefone da SAS – (53) 3309-3600 –, e solicitar a busca, de acordo com a agenda de saídas da equipe do órgão municipal.

Não caia em fake news.

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram @prefeituradepelotas, Twitter @PrefPelotas e canal WhatsPel.

Tags

limpeza, residenciais, situação de vulnerabilidade, necessidade de distanciamento social, faixa 1, minha casa minha vida, doações, alimentos, higiene

Carregando 0%