ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Pacto Pelotas pela Paz

Interesse pelo Projeto Start cresce e há lista de espera

Mais jovens procuram a capacitação para o trabalho, e a segunda turma chega a 147 alunos; Banco de Oportunidades soma 520 vagas captadas

Por Kímberlly Kappenberg 19-10-2018 | 16:37:40

      O mundo do trabalho e as perspectivas de futuro foram assuntos do terceiro módulo do Projeto Start, que nesta semana teve as aulas ministradas nos núcleos Laranjal, Getúlio Vargas e Navegantes pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), entidade parceira do Pacto Pelotas pela Paz. A cada dia, o interesse pelo curso preparatório para o primeiro emprego aumenta. Os três núcleos que formam a segunda turma contam, atualmente, com 147 estudantes — a primeira teve 90.

Fotos: Gustavo Mansur

      Nesta sexta-feira (19), os jovens do Navegantes se reuniram no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) São Gonçalo e a instrutora de aprendizagem do CIEE, Solange Silva Gonçalves, esclareceu dúvidas relativas a entrevistas, comportamento, currículo e apresentação. Também explicou como funciona o ingresso do Programa de Estágio do CIEE e no Aprendiz Legal, além de compartilhar o que as empresas esperam em uma seleção.

“É essencial que estejam estudando para participar desses processos. Sabemos das dificuldades, mas as oportunidades existem, por isso é preciso competência, dedicação, perseverança e, principalmente, responsabilidade”, afirmou a instrutora.

      Em todas as aulas os estudantes são avaliados, e nesse módulo o próprio CIEE pôde analisar o perfil dos jovens, o que difere dos núcleos anteriores (Sítio Floresta, Areal e Colônia Z3), que foram os pilotos do Start e formaram 55 pessoas. Conforme o coordenador do Banco de Oportunidades, Pablo Salomão, eles foram essenciais para fazer com que as pessoas conhecessem a iniciativa e que a procura pelo projeto crescesse, tendo até fila de espera. “O percentual de desistências caiu em comparação ao primeiro grupo. Esperamos poder reabrir vagas nos núcleos em que passamos, devido ao interesse”, ponderou Salomão.

      Carolina, Róger e Samira são três dos adolescentes que procuraram o Cras São Gonçalo para integrar o Start e participaram de sua primeira aula, nesta sexta-feira. O fato do curso ser gratuito e perto de casa foi o que mais chamou a atenção deles, que disseram não encontrar outras chances assim no bairro. 

      Por essa razão, as assistentes sociais do Centro mantém contato direto com os participantes, estimulando a frequência e o aproveitamento. Desse forma, o Banco de Oportunidades – do qual o Projeto Start faz parte –, soma 520 vagas captadas, entre oficinas, cursos, arte, esporte e emprego, tudo para combater a vulnerabilidade social e diminuir a violência, abrindo espaço para que os jovens possam mostrar seu potencial.

Tags

projeto start, pacto pelotas pela paz, ciee, emprego, curso

Carregando 0%