ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Confira a situação do novo coronavírus em Pelotas

A Covid-19 é uma doença ocasionada pelo vírus SARS-CoV2, da família do coronavírus, causador de infecções respiratórias

Por Ascom 16-03-2020 | 16:31:08

*Matéria atualizada às 16h do dia 20 de março de 2020

Nesta sexta-feira (20), 52 casos suspeitos do novo coronavírus haviam sido notificados em Pelotas, desde o dia 30 de janeiro de 2020. Desses, 44 continuam em análise pelo Laboratório Central do Estado (Lacen/RS) e seis foram descartados. Dos 44 casos em suspeição, 29 envolvem mulheres e 23 estão relacionados a homens, com idades entre 8 e 64 anos.

Todos os casos notificados viajaram ou tiveram contato com pessoas que foram para países como Panamá, Portugal, Alemanha, Itália, Estados Unidos, Uruguai, Escócia e Espanha, além da região do Caribe, e as cidades do Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Porto Alegre (RS) e Brasília (DF). O estado de saúde dos pacientes que aguardam resultado é considerado estável e todos permanecem em isolamento domiciliar.

Descartados

As análises com diagnóstico negativo para a Covid-19 estão associadas a três (3) mulheres e um (1) homem, com idades entre 40 e 64 anos.

Central de triagem

A partir desta sexta-feira (20), a Prefeitura disponibilizará uma central de triagem para o coronavírus. Através do número (53) 3284-7700, que funcionará das 8h às 18h, a população poderá entrar em contato, exclusivamente, para informar a identificação de sintomas associados à doença e saber se eles se enquadram nos critérios para a realização do exame.

A Secretaria de Saúde (SMS) pede a colaboração da comunidade para que utilizem o meio de comunicação apenas nestes casos, a fim de possibilitar mais eficiência no serviço. Caso os profissionais da central comprovem a suspeita, recomendarão o isolamento domiciliar e encaminharão equipe volante à residência para coleta do material, evitando que estas pessoas se desloquem às unidades de saúde.

+Boletim coronavírus nº 1 - 18/03/2020

+Boletim coronavírus nº 2 - 19/03/2020

+Boletim coronavírus nº 3 - 20/03/2020

Laboratório

O Lacen/RS é o único laboratório do Rio Grande do Sul credenciado e certificado para realização do exame de contraprova — que confirma ou descarta o coronavírus. No momento, os laudos do Lacen/RS estão levando cerca de 48 horas para ficarem prontos devido a grande demanda observada no Estado. Todas as informações oficiais serão divulgadas nos boletins diários no site undefined e nas redes sociais oficiais da Prefeitura de Pelotas. 

Entenda

Se você apresentar um ou mais dos sintomas associados à enfermidade (veja abaixo), acompanhado de febre, e tiver viajado, nos últimos 14 dias, para países com epidemia confirmada ou para Estados e cidades brasileiras em que já ocorre a transmissão local ou a comunitária, procure uma Unidade Básica de Saúde (UBS) do município ou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Areal. Evite ir ao Pronto Socorro de Pelotas (PSP), no qual serão atendidos apenas pacientes em condições de URGÊNCIA e EMERGÊNCIA

A Prefeitura divulgará, diariamente, às 16h, boletim atualizado acerca do status e das informações relativas ao coronavírus no município.

Ação da Prefeitura

A Prefeitura já instruiu as equipes de saúde para a identificação e o correto encaminhamento de casos suspeitos, conforme o Plano de Contingência do Novo Coronavírus – Covid-19, desenvolvido junto aos demais órgãos de saúde de Pelotas – incluindo hospitais –, com base nas orientações da Secretaria Estadual e do Ministério da Saúde. 

Entenda a diferença entre transmissão local e comunitária

Na transmissão local, a fonte da infecção – pessoa que disseminou – é conhecida. Já a contaminação comunitária ocorre quando há um aumento de quadros e as autoridades de saúde não conseguem mapear a origem do vírus (pessoas que transmitiram). 

Sintomas da patologia

Mais comuns

  • Tosse seca ou com secreção.
  • Febre acima de 37ºC.

Mais graves

  • Dificuldade respiratória aguda.
  • Insuficiência renal.

Outros indícios

  • Dores no corpo.
  • Congestionamento nasal.
  • Inflamação na garganta.
  • Diarreia.

Formas de transmissão

  • Pelo ar, através da saliva, catarro e gotículas expelidas pela boca (espirro, tosse e fala).
  • Pelo contato, por meio do beijo, aperto de mão e abraço.
  • Por superfícies não higienizadas, como celulares, maçanetas, corrimão, botões, teclas e apoio de transportes públicos.

Prevenção*

- Lavar as mãos

  • A lavagem frequente das mãos é a principal recomendação para se prevenir
  • Higienizar as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos a cada vez
  • Esfregar os espaços entre os dedos, o dorso da mão e cavidades (dobras dos dedos e unhas), onde o vírus pode se alojar
  • Usar sabonete (apenas água é insuficiente para a higienização). Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool

- Contato

  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Se tiver de tossir ou espirrar, cubra o rosto com o braço dobrado. A conduta evita que as secreções do corpo entrem em contato com superfícies ou com outras pessoas.
  • Usar lenços descartáveis.
  • Evitar tocar olhos, boca e nariz.

- Cuidados em ambientes com aglomeração de pessoas

  • Preferencialmente, mantenha-se a pelo menos 1 metro de distância de pessoas que estiverem tossindo ou espirrando.
  • As mesmas recomendações valem para qualquer local fechado, como o ambiente de trabalho.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Informar-se acerca dos métodos de prevenção e passar adiante as informações corretas.

- Álcool gel e máscaras

  • O uso de álcool gel é uma medida eficaz para higienização das mãos, segundo o Ministério da Saúde. No entanto, é preciso considerá-la uma segunda opção: somente para ocasiões em que não é possível lavar as mãos com água e sabão.
  • As máscaras devem ser utilizadas apenas por aqueles que já apresentam sintomas de gripe e se enquadrem nos critérios estabelecidos em relação ao coronavírus.
*Fonte: Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde

Tags

prevenção, etiqueta respiratória, sms, vigilância epidemiológica, unidades básicas de saúde, upa areal, boletim, data: 16 de março de 2020, saúde, coronavírus, boletim

Carregando 0%