ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Comitê Pró-economia busca facilitar crédito aos empreendedores atingidos pela pandemia

A primeira startup de Pelotas dedicada a vendas online foi destaque na reunião como iniciativa local para auxiliar o comércio durante o isolamento social

Por Alessandra Senna 27-05-2020 | 14:52:16

A segunda reunião virtual do Comitê Pró-economia, formado por entidades representantes de vários setores ligados ao desenvolvimento econômico do município, foi pautada pela formulação de iniciativas concretas para ajudar na retomada da economia de Pelotas pós pandemia causada pelo novo coronavírus. Entre as ações está o encontro entre integrantes do grupo com representantes de bancos e a criação de um fórum entre empresários e especialistas locais da área tecnológica.

A videoconferência foi aberta com uma novidade anunciada pelo presidente da Associação Comercial de Pelotas (ACP), Mauro Bom: o lançamento do primeiro comércio de vendas online local, construído por uma startup instalada no Pelotas Parque Tecnológico. O site Jubatus, nome científico do Gueopardo - animal terrestre mais rápido do mundo - foi criado para comercializar produtos de empresas pelotenses e, como o nome sugere, quer se destacar dos demais e-commerces pela entrega rápida. 

"O canal de vendas já oferece os produtos de dez empreendedores do município, mas o desafio é fazer esse número aumentar para que se torne uma ferramenta efetiva nas ações de manutenção dos negócios", explicou o presidente da ACP.

Empreendedores x tecnologia

A partir do relato da criação do site, a prefeita Paula Mascarenhas propôs a criação de um "fórum" para a aproximação entre os empreendedores locais, com a liderança das universidades e do Parque Tecnológico, e de especialistas na área da tecnologia. 

"Vamos investir na criatividade das startups, vamos unir quem tem o problema com quem pode encontrar a solução", sugeriu a gestora municipal ao repassar a demanda ao secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, Gilmar Bazanella, e pedir apoio à Aliança Pelotas.

Prefeita alinhou três ações concretas para serem realizadas pelo Comitê Pró-economia - Fotos: Gustavo Vara

Burocracia e linhas de crédito

O professor da UFPel, Felipe Garcia, alertou o grupo para a necessidade do município intervir e encontrar formas de facilitar linhas de crédito para evitar o fechamento, principalmente, dos pequenos negócios. "Precisamos reduzir os processos burocráticos e, quem sabe, apostar em formatos existentes no mercado externo, capazes de minimizar os prejuízos já contabilizados pelos empresários locais", salientou Garcia.

A deliberação do economista, segundo a prefeita, será analisada pelos especialista da Prefeitura nessa área. "A desburocratização é uma das nossas metas, principalmente nesse momento, mas precisamos entender como facilitar os processos e até, mesmo, auxiliar na criação das linhas de crédito", explicou Paula.

Ainda na área relacionada às ações voltadas para o "socorro" financeiro imediato, o secretário de Desenvolvimento Econômico falou sobre a possibilidade do grupo estar presente em uma reunião com representantes da Caixa Econômica Federal e Banrisul. "Nossa proposta é que as instituições bancárias repensem a forma de analisar o cadastro das empresas, já que algumas - de menor porte - enfrentam problema para liberar novos financiamentos, que são essenciais nesse momento", relatou Bazanella. 

A prefeita levantou a possibilidade de levar o tema dos financiamentos para os pequenos e médios empreendedores a lideranças políticas locais, para que priorizem a pauta no Congresso Nacional.

Agronegócio

A prefeita Paula Mascarenhas também tomou conhecimento de iniciativas do setor do agronegócio, como a participação de 30 produtores da cadeia produtiva do leite em um curso de gerenciamento da propriedade, relatado pelo presidente do Sindicato Rural, Fernando Rechsteiner.

 O presidente da Aliança Pelotas, Amadeu Fernandes, informou sobre a cedência de laboratórios da Embrapa para a instalação de startups voltadas para o desenvolvimento de iniciativas tecnológicas no agronegócio. 

A próxima edição da Expofeira de Pelotas, com data marcada para 5 a 12 outubro, também foi confirmada pelo presidente da Associação Rural, Rodrigo Gonzales. A entidade estuda como construir a programação a partir das recomendações dos decretos estaduais e municipais de controle e combate ao novo coronavírus. "Talvez tenhamos uma feira mais digital, o que não irá reduzir a importância do evento para a economia local", destacou Gonzales.

O Comitê Pró-economia deve voltar a se reunir na primeiros dias de junho.

Veja mais:

+Município cria Comitê Pró-economia de Pelotas

Tags

coronavírus, economia, entidades, comércio, online, tecnologia, agronegócio

Carregando 0%