ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Pacto Pelotas pela Paz

Cada Jovem Conta aponta 91% de melhora na conduta em aula

197 adolescentes são acompanhados pela rede de atendimento, composta por assistência social, educação e saúde, no projeto de prevenção à violência

Por Kímberlly Kappenberg 29-10-2018 | 17:01:37

Quase 14 meses após a criação do Cada Jovem Conta, os adolescentes acompanhados pela rede de saúde, educação e assistência social mostram significativa evolução nos fatores avaliados e que diminuem os riscos de vulnerabilidade social: 91% melhoraram a conduta na escola e em 44% dos casos a frequência escolar cresceu. O programa faz parte das iniciativas de prevenção à violência do Pacto Pelotas pela Paz, ao incentivar que os jovens permaneçam adquirindo conhecimento, maior ferramenta na construção de uma cultura de paz.

Nesse período, 41 jovens foram desligados do projeto. Alguns devido, justamente, à diminuição dos fatores de risco para a violência, mas que continuam com aporte da rede, sendo referenciados a uma das três áreas, conforme explica a coordenadora do Cada Jovem Conta, Aline Crochemore. Outros, por não se enquadrarem mais no perfil do programa, uma vez que já se envolveram com a criminalidade, em algum nível; nestes casos, passam para o Segunda Chance

Arte: Mariana Valente

Hoje, 197 adolescentes e suas famílias são acompanhados. Entretanto, nenhum deles têm ideia de que integra o Cada Jovem Conta e da atenção permanente dedicada aos seus cotidianos pela rede de atendimento do Município, que realizou mais de 130 reuniões desde setembro de 2017.

“Atribuímos esses resultados positivos ao maior acesso dos jovens a tratamentos de saúde nas UBSs, CAPSi e serviços especializados; outro fator é o acompanhamento mais próximo das equipes de assistência social e, na escola, o maior vínculo dos adolescentes com os orientadores educacionais”, avalia Aline. 

Outro diferencial é o acesso ao Banco de Oportunidades, às atividades realizadas no turno inverso da escola, como treinos de futebol no Esporte Clube Pelotas, a capacitação para o primeiro emprego no Projeto Start e as vagas no Jovem Aprendiz. 

“Esse acesso a oportunidades tem refletido na melhora de comportamento na escola e a melhora de frequência escolar. Através desses espaços eles acabam vivenciando outros horizontes, sentindo-se mais estimulados e vendo a importância do estar na escola, com um bom resultado, para que possam trilhar novos rumos. O que nos impressiona é quanto o Cada Jovem Conta tem estimulado essa mudança de comportamento, que a gente sabe que vai refletir no futuro deles”, pondera a coordenadora do programa. 

A metodologia envolve 25 educandários, 15 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), quatro Centros de Referência de Assistência Social Areal (Cras) e suporte extra do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), além de uma equipe volante. O caso de cada adolescente é monitorado nessas três áreas, e pode integrar até mesmo todas simultaneamente, na solução de problemas que afetem o desenvolvimento do jovem e o convívio familiar. Os profissionais da rede se encontram quinzenalmente para definir os caminhos do atendimento em cada situação. 

O programa encontra-se espalhado por dez Comitês Territoriais, que abrangem Bom Jesus/Dunas, Areal, Getúlio Vargas, Centro, Pestano, Navegantes, Obelisco, Laranjal, Colônia Z3 e Sítio Floresta. Os locais são escolhidos para sediar a iniciativa a partir da análise da maior incidência de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), georreferenciados pelo Observatório Municipal de Segurança Pública. Com os desligamentos que vêm ocorrendo, conforme a avaliação particular dos Comitês, novas vagas deverão ser abertas no Cada Jovem Conta, beneficiando mais pelotenses. 

Arte: Mariana Valente

Tags

cada jovem conta, pacto pelotas pela paz, educação, escola

Carregando 0%