ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Gabinete da prefeita

Pelotas recebe 302 premiações culturais de edital do Estado

A secretária Beatriz Araújo, participou da cerimônia simbólica do edital Ações Culturais das Comunidades, realizada no Mercado Central, e após visitou a prefeita Paula Mascarenhas no Paço Municipal

Por Ascom 03-05-2021 | 19:26:28

Em Pelotas, 302 agentes e instituições culturais foram contemplados com o edital Ações Culturais das Comunidades, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura (Sedac-RS), com premiações individuais de R$ 2 mil e coletivas de R$ 10 mil, em um total de R$ 954 mil. A secretária estadual de Cultura, Beatriz Araújo, participou da cerimônia simbólica, realizada na tarde desta segunda-feira (3) no pátio do Mercado Central. Após o ato, a gestora realizou visita à prefeita Paula Mascarenhas no Paço Municipal, para anunciar outro edital, desta vez com cofinanciamento, que poderá ser lançado ainda este mês.

Fotos: Michel Corvello

Durante a solenidade, a secretária de Estado destacou a parceria inédita com a Central Única das Favelas (CUFA-RS), que percorreu mais de 60 dos bairros mais violentados do Estado para identificar e fazer justiça aos agentes culturais anônimos. Beatriz recordou também a criação do Prêmio Movimento, quando era secretária de Cultura de Pelotas, que possibilitou que mesmo aqueles agentes culturais que não dominavam a escrita pudessem se inscrever, pessoalmente. Ela disse que que essa experiência local foi a inspiração para essa iniciativa, agora em todo o estado. 

O secretário municipal de Cultura, Paulo Pedrozo, também parabenizou o trabalho da Cufa Pelotas, que saiu em busca de agentes culturais nas regiões das Três Vendas e Areal. “Muitas destas pessoas contempladas nunca tinham participado de um edital”, apontou.

A cerimônia teve um momento cultural de duo ao violino, com Ítalo Guerreiro e Kethelen Bilhalva, da Orquestra Estudantil do Areal, que tocaram diversas canções clássicas e populares. Eles foram contemplados com prêmios individuais.

Fotos: Michel Corvello

Uma das instituições contempladas com o prêmio foi o Instituto de Menores Dom Antônio Zattera (IMDAZ), que desenvolve um projeto cultural com 230 crianças e adolescentes de 4 a 17 anos. “O dinheiro do prêmio será empregado na restauração da sala de música”, adianta a diretora do Instituto, Patrícia Frank.

Divulgação: IMDAZ

Participaram da cerimônia simbólica Gilceia Souza, do Departamento de Políticas Públicas para Mulheres da Secretaria Estadual de Justiça e Assistência Social; o coordenador da Cufa Frederico Westphalen (CUFA-FW) Roberto Torres Júnior e Sandro Mesquita, da Cufa Pelotas.  

Até o momento, cerca de R$ 14 milhões foram repassados em prêmios culturais por meio da lei Aldir Blanc aos 4.587 contemplados no edital Ações Culturais das Comunidades (foram 7.824 inscritos). 

Novo edital para a área da cultura

Após participar da cerimônia no Mercado Central, a secretária Beatriz Araújo realizou visita ao Paço Municipal, onde se reuniu com a prefeita Paula Mascarenhas. Entre as pautas abordadas durante o encontro esteve o a previsão de lançamento de um novo edital de coinvestimento, previsto para o final deste mês.

Fotos: Gustavo Vara

Paula destacou a importância da iniciativa para atender os cidadãos, principalmente àqueles que têm sua ocupação profissional ligada à cultura. “Ninguém iria imaginar que estaríamos vivendo dessa forma, neste momento. A situação da pandemia em Pelotas ainda é muito delicada”, afirmou a chefe do Executivo municipal.

Conforme a gestora da Cultura do Estado, por meio de coinvestimento, o Estado aportará R$ 2,00 a cada R$ 1,00 investido pelos municípios, ou seja, investirá o dobro do valor que as cidades destinarem para a iniciativa. O projeto aguarda agora a apreciação da Assembleia Legislativa. O município vai estudar o valor que será investido, pois precisa considerar os gastos com a situação da pandemia na cidade.

Lei Aldir Blanc

Criada em junho de 2020, a Lei Aldir Blanc (Lei federal nº 14.017) tem como objetivo central estabelecer ajuda emergencial para artistas, coletivos e empresas que atuam no setor cultural e atravessam dificuldades financeiras durante a pandemia. Em homenagem ao compositor e escritor Aldir Blanc, que morreu em maio daquele ano, vítima da Covid-19, o projeto vem para socorrer profissionais e espaços da área que foram obrigados a suspender seus trabalhos.

Tags

edital estadual, ações culturais das comunidades, cufa, premiações, agentes culturais

Carregando 0%