ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Desenvolvimento, Turismo e Inovação

Bairro Laranjal completa 70 anos com programação especial

Ações da Prefeitura na beira da praia, no último final de semana deste mês, irão marcar a data que entrou para o calendário oficial da cidade

Por Tatiana de la Torre 19-01-2022 | 16:01:53

Para comemorar o aniversário do bairro Laranjal, que completa 70 anos em 2022, a Prefeitura de Pelotas promove, no sábado (29), a partir das 10h, um evento ao ar livre que irá reunir, nos arredores da Casa da Praia, na orla, atividades de cultura, economia, meio ambiente e lazer. As secretarias de Desenvolvimento, Turismo e Inovação (Sdeti), de Qualidade Ambiental (SQA), e de Cultura (Secult), junto com o Sanep e o Sesc prepararam uma programação que envolve ação solidária de arrecadação de alimentos, divulgação e incentivo ao reuso do óleo de cozinha, além de campeonato esportivo e feira de artesanato (programação completa abaixo).

O dia 31 de janeiro entrou para o calendário oficial do Município como a data de aniversário do Laranjal porque, neste mesmo dia, no ano de 1952, ocorreu uma cerimônia no local para oficializar o início do loteamento do balneário que até então era uma estância rural, sem acesso público à Lagoa dos Patos. 

O aniversário do Laranjal tornou-se um evento oficializado por lei assinada pela prefeita Paula Mascarenhas em outubro de 2021, proposta pela vereadora Marisa Schwarzer (PSB). Portanto, este é o primeiro ano em que a data é comemorada oficialmente pela Prefeitura. O titular da Sdeti, Gilmar Bazanella considera a comemoração um ato de respeito à história. “O Laranjal, mais do que um bairro, é o local mais utilizado pelo pelotense como lazer, além de ter um grande potencial turístico. Temos muito a comemorar nesta data”, afirmou o secretário.  

Confira a programação completa das atividades em comemoração ao aniversário de 70 anos do Laranjal

Dia 29/01, a partir das 10h

Local – Entorno da Casa da Praia SESC/Prefeitura Municipal de Pelotas

- Ação solidária: Troca de alimentos não perecíveis por mudas de flores 

- Presença do Núcleo de Educação Ambiental em Saneamento (Neas) para divulgação das iniciativas ambientais à população 

- Distribuição das amostras de produtos de limpeza (sabão e detergente) produzidas através do projeto Óleo Sustentável

- Feira de Artesanato com venda de produtos de expositores do Mercado das Pulgas, dos expositores de suculentas e da Associação Pelotense dos Artesãos

- Campeonato de Futevôlei e Beach Tênis, com inscrições no SESC ou pelo telefone (53) 3225-6093 até dia 24 de janeiro.

Breve história do Laranjal

Orla do Laranjal - 31/01/1952 - Acervo da família Assumpção

A história do bairro está viva e documentada pela família de Antônio Augusto de Assumpção Júnior, que urbanizou parte de suas terras rurais, denominadas Estância Laranjal, para abrir ruas de acesso à Lagoa dos Patos e criar loteamentos para fins residenciais. Ivone Tavares de Assumpção Alves, a filha, que tinha cinco anos na época, guarda os registros em cartas, jornais e documentos oficiais. Ela confirmou que o nome Laranjal deve-se ao grande pomar de citrus que havia no local e fazia parte das atividades econômicas rurais desenvolvidas na propriedade, na época. 

O bairro Laranjal nasceu com a construção do Balneário Santo Antônio inaugurado em 31 de janeiro de 1952. Posteriormente, surgiram os balneários de Nossa Senhora dos Prazeres, em 1953, e o Valverde, em 1957. O início da urbanização ocorreu por iniciativa própria de Assumpção Júnior, que transformou o campo em loteamento, com abertura de ruas, demarcação de terrenos e instalação de redes de drenagem. 

Dona Ivone tem registros da exigência do pai em preservar a flora nativa, proibindo a derrubada de qualquer árvore das espécies figueira e coqueiro (jerivá), que marcam a paisagem local até os dias de hoje. “Ele determinou que se alguma figueira atrapalhasse o planejamento de abertura de ruas, que a árvore fosse mantida e o caminho alterado. Por isso vemos muitas ruas que contornam as grandes figueiras centenárias no bairro”, contou a filha. 

O Engenheiro Adolfo Bender foi contratado para garantir a conservação das espécies nativas e realizar o plantio planejado na orla, que garante, atualmente, além da beleza, bastante sombra a quem frequenta a praia. 

Para oficializar a inauguração do Loteamento Residencial Balneário Santo Antônio, em 31 de janeiro de 1952, houve uma procissão saindo da Estância Laranjal rumo à ermida (local de orações), onde hoje localiza-se a igreja que leva o nome do santo. Uma missa campal realizada por Dom Antônio Zattera abençoou a iniciativa. À noite houve uma festa na Taberna da Lagoa, onde atualmente funciona uma padaria ao lado do Centro Comercial Mar de Dentro. 

A Estância Laranjal, que até hoje é a moradia da família, está passando, novamente, por mais um processo de loteamento em parceria com uma construtora local. O novo empreendimento prevê um condomínio residencial e ruas de acesso público onde estará a casa principal da estância que será um memorial com a história do Laranjal, desde o século XVIII, quando foi entregue como sesmaria ao coronel Thomaz Luiz Osório pela coroa portuguesa.

Cerimônia de inauguração do Loteamento Residencial Balneário Santo Antônio, em 31 de janeiro de 1952. Acervo da família Assumpção

Tags

Laranjal, lagoa dos patos, balneário, história, aniversário

Carregando 0%