Proibida venda de lotes de cinco marcas de molho e extrato de tomate com pelo de roedor acima do lim
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária está proibindo a distribuição e venda de lotes de molho e extrato de tomate com pelo de roedor. São cinco marcas.

A decisão da Anvisa está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira. Conforme os textos, a agência reguladora foi oficiada de análises feitas pelo Laboratório de Saúde Pública de Santa Catarina.

As empresas têm que recolher o que já está no mercado dos produtos dos lotes:

Lote L 076 M2P (val.: 01/04/2017) do produto extrato de tomate, marca Amorita, fabricado por Stella D’Oro Ltda (CNPJ: 05.117.323/0001-83).



Fabricados por Predilecta Alimentos Ltda (CPNJ: 62.546.387/0001-33):

Extrato de tomate Predilecta – Lote 213 23IE – Validade 03/2017

Extrato de tomate Aro – Lote 002 M2P – Validade 05/2017



Fabricados por Cargill Agrícola S.A (CNPJ 60.498.706/0370-77):

Molho de tomate tradicional Pomarola - Lote 030903 – Validade 31/08/2017

Extrato de tomate Elefante - Lote 032502 – Validade 18/08/2017



Leia mais: Proibido lote de extrato de tomate Heinz com pelo de roedor



Como assim, limite?

O limite máximo é um fragmento de pelo para cada 100 gramas de molhos, purês e extratos de tomate. Acima disso, a Anvisa considera prejudicial à saúde. As empresas costumam alegar que a presença de pelo de roedor se deve à matéria-prima, que vem do campo. São considerados roedores ratos, ratazanas e camundongos.

O limite foi estabelecido por legislação de 2014. Os fragmentos não podem ser vistos a olho nu. Até então, não eram tolerados pela Anvisa.

Na época da norma que implementou os limites, a Anvisa alegou que era inviável muitas vezes eliminar todos os fragmentos. No caso do tomate, foram analisadas 7 mil amostras.

Outros exemplos de produtos que também permitem, até um limite, a presença de “matérias estranhas”:

Geleias de frutas: 25 fragmentos de insetos para cada 100 gramas

Café torrado e moído: 60 fragmentos de insetos para cada 25 gramas

Chá de camomila: cinco insetos inteiros mortos para cada 25 gramas

Canela em pó: um fragmento de pelo de roedor para cada 50 gramas

Chocolate e achocolatados: um fragmento de pelo de roedor para cada 100 gramas

Orégano: 20 fragmentos em 10 gramas

No caso de insetos, não vale moscas, baratas ou formigas, por exemplo. Anvisa considera que estes trazem riscos à saúde.

A norma completa está neste link: RDC 14/2014

===
Telefonia celular Atraso do Pagamento – Bloqueio da Linha -
Com base em autorização da Anatel, as operadoras de telefonia celular adotam os seguintes procedimentos no atraso de pagamento das contas:

- 15 dias após o vencimento: bloqueio parcial da linha. O consumidor só recebe ligações;

- 30 dias após o vencimento: suspensão total da linha. Telefone não faz nem recebe ligações;

- 45 dias após o vencimento: a linha é desativada.

O consumidor deve contestar valores que não reconhece.

A Lei da Meia-Entrada mudou!
Entrou em vigor dia 01/12/2015 o decreto nº 8.537 de 5 de outubro de 2015 que regulamenta a nova lei da meia-entrada (Lei n° 12.933/2013) e o Estatuto da Juventude (Lei n° 12.852/2013), onde garantem que 40% dos ingressos de um evento sejam destinados à meia-entrada.

A partir de agora, os estudantes devem portar a Carteira de Identificação Estudantil – CIE para obter o direito a Meia-Entrada, as CIEs devem seguir um padrão nacional com certificação digital e emitida pelas entidades representativas, válido em todo território nacional.

Meia Entrada para estudantes. Um direito seu pra ser curtido por inteiro.
Acesse o site:
http://meiaentradaonline.com.br/

Fonte: PROCON RS
NOTA FISCAL
Nota fiscal: sinônimo de segurança.
O documento é prova de relação de consumo e garantia contra problemas futuros.Exija SEMPRE a sua.



 

 















 

Mural 
15/2/2007
Molhos de tomate oferecem perigo à saúde.
6/2/2007
Documentos necessários para registrar reclamações no PROCON.
6/2/2007
Melhor maneira de comprar material escolar