ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Vigilância Epidemiológica finaliza nova investigação de óbitos por coronavírus

Seis óbitos, do Município, foram reclassificados após avaliação

Por 16-11-2020 | 18:41:30

A Vigilância Epidemiológica reclassificou seis óbitos para coronavírus em Pelotas, nesta segunda-feira (16). Essa ação se dá a partir dos casos que dependiam de investigações de dados e estavam pendentes de encerramento. Com o resultado, o Município passa a contabilizar 166 mortes pela Covid-19.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, da Secretaria de Saúde (SMS), a alteração nos números é resultado do trabalho de investigação de óbitos ocorridos, no Município, durante os últimos meses, atendendo aos protocolos estabelecidos por Normativa Nacional e Estadual, a partir do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde e da Nota Informativa 22 do COE RS-Centro de Operações de Emergências.

Ao realizar a avaliação, em conjunto com a Vigilância Epidemiológica do Estado, foram detectados alguns casos que apresentam características de coronavírus pelos sintomas, histórico familiar ou exames realizados pelos pacientes. Algumas dessas pessoas chegaram a estar internadas e outras não estiveram em unidades de saúde. Conforme a SMS, para evitar inconsistências nos registros realizados pelo COE-SES/RS-Centro de Operações de Emergências, responsável por contabilizar todos os casos positivos e mortes por coronavírus no Estado, o resultado da investigação desses óbitos em Pelotas está sendo divulgado agora, após a confirmação de todos os dados.

Com esse novo dado, a partir desta terça-feira (17), o Boletim Coronavírus nº 244 partirá do total de 166 óbitos. O Município registrou, nesta segunda-feira (16), mais 120 pessoas infectadas pelo vírus da Covid-19, totalizando 7.026. Dessas, 5.519 são consideradas recuperadas.  

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram @prefeituradepelotas, Twitter @PrefPelotas e canal WhatsPel.

Tags

investigação, óbitos, covid-19

Carregando 0%