ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Secretaria de Saúde alerta para vacinação infanto-juvenil

Município registra baixo índice da cobertura vacinal em razão da pandemia

Por Alessandra Senna 28-08-2020 | 17:09:32

Desde o começo de 2020 até agora, Pelotas alcançou 40% da meta da cobertura vacinal entre crianças e adolescentes, recomendada pelo Ministério da Saúde, com base no Calendário Nacional de Vacinação. Por causa desse índice, a Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) faz um alerta aos pais e responsáveis, para que não deixem de providenciar a imunização dos menores.

Segundo a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Cândida Rodrigues, a meta de cobertura vacinal, estimada pelo Ministério da Saúde, é de 90% da população infanto-juvenil, mas nesse ano o índice ficou abaixo da estimativa no Município. "Acreditamos que a pandemia causada pelo coronavírus reflita na baixa procura pela vacina nas unidades de saúde - o que faz com que a cobertura esteja em torno de 40% a pouco mais de quatro meses faltando para o fim do ano", justifica. 

A queda na proteção, principalmente entre as crianças, pode significar o retorno de doenças que estavam controladas ou até mesmo erradicadas como a poliomielite. De acordo com o médico da Unidade Básica de Saúde (UBS) Areal, Cayo Lopes, a preocupação em relação às vacinas é quanto ao risco de surgimento ou aumento de doenças evitáveis. 

"Com o simples ato de aplicação da vacina, conseguimos prevenir essas doenças. A pandemia e o medo de sair de casa têm gerado preocupação para os órgãos de saúde, devido à queda na cobertura vacinal. Mas, é importante que a população se conscientize da necessidade de colocar em dia a imunização", alerta o especialista. 

Para os adolescentes

A Epidemiologia local lembra que, neste ano, uma nova imunização foi inserida no cronograma nacional e é voltada para o público adolescente. O Ministério da Saúde incluiu a meningocócica ACWY conjugada, que substituiu o reforço da meningocócica C para o público de 11 e 12 anos de idade, e previne os quatro sorotipos de meningite bacteriana: A, C, W e Y. Essa imunização era encontrada apenas na rede privada, mas agora também está disponível nas UBSs.

Como colocar em dia

Dezesseis vacinas fazem parte do Calendário Nacional. De acordo com a coordenadora do Núcleo de Imunizações da Vigilância, Ana Alice Maciel, todas são importantes e obrigatórias. As imunizações que não foram feitas podem ser atualizadas, inclusive durante campanhas, como a que está prevista para setembro, contra o sarampo. 

"As pessoas devem ficar atentas ao Calendário Vacinal. Se têm vacinas atrasadas, podem colocá-las em dia. Na campanha que está prevista, iremos focar no sarampo, mas também estarão disponíveis as doses de imunizações que ainda não foram realizadas", explica Ana Alice.

Além do período de campanha, as vacinas podem ser feitas de segunda a sexta-feira, nas UBSs, sempre no turno da tarde, e no Centro de Especialidades das 8h às 17h.

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram @prefeituradepelotas, Twitter @PrefPelotas e canal WhatsPel.

Tags

saúde, coronavírus, vacinas, vacinação, crianças, adolescente

Carregando 0%