ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Prefeita Paula Mascarenhas pede que população mantenha o isolamento social

Chefe do Executivo alertou que descumprimento do Decreto Municipal pode prejudicar ações de controle ao contágio pelo novo coronavírus e estará sujeito à penalização

Por Alessandra Senna 30-03-2020 | 18:26:27

*Com colaboração de Paulo Ienczak

A conversa com a população de Pelotas ocorreu na tarde desta segunda-feira (30), dez dias após um Decreto Municipal determinar o fechamento do comércio e restringir a prestação de alguns serviços como forma de prevenção e controle ao vírus responsável pela pandemia mundial. A prefeita Paula Mascarenhas destacou a necessidade da população cumprir o isolamento social para evitar, nos próximos dias, um aumento no número de casos confirmados para o novo coronavírus e um possível colapso no sistema de saúde local.

Foto: Rodrigo Chagas

Por cerca de vinte minutos, em transmissão pelas redes sociais, Paula externou a preocupação em ter percebido aumentar o movimento nas ruas da cidade neste começo de semana, além de ter recebido informações do retorno às atividades de alguns estabelecimentos comerciais. 

"Pelotas parece que está em dia normal. As causas disso podem ser as mais variadas, inclusive uma grande polêmica de como devem se comportar a sociedade e os governos nesse momento, com algumas posturas divergentes. Isso pode ter levado algumas pessoas a acharem que o momento não é tão grave assim", constatou.

A prefeita informou à comunidade da manutenção dos Decretos Municipais, decisão compartilhada na sexta-feira passada (27), durante uma videoconferência com os integrantes do Comitê Municipal de Crise. Ela lembrou algumas determinações que querem garantir o resguardo dos cidadãos pelotenses, entre elas: o fechamento do comércio - com exceção dos serviços considerados essenciais -, a suspensão das obras públicas, dos procedimentos eletivos nos hospitais, das aulas na rede pública municipal, além da proibição de eventos que podem ocasionar aglomeração de pessoas.

+Comitê de Crise mantém decreto municipal para tentar controlar a expansão do coronavírus em Pelotas

Economia

Ao elencar algumas determinações dos decretos, a prefeita foi enfática ao dizer que todas as medidas estão valendo e se algum comércio, com exceção daqueles que têm autorização para funcionamento, estiver aberto ao público está cometendo uma infração e poderá ser punido.  

A prefeita demonstrou conhecimento sobre um movimento que existe na cidade para a reabertura de comércios e empresas. Disse também estar preocupada com os reflexos da pandemia na economia local, mas lembrou de alguns países que retrocederam no isolamento social e hoje registram um grande número de vítimas fatais da Covid-19.

"Não existe dicotomia entre economia e saúde, estamos todos no mesmo barco. Se conseguirmos achatar a curva de contágio, iremos controlar o avanço da doença. Teremos menos consequências econômicas, mais gente saudável para voltar ao trabalho", ponderou Paula.

Preparação

A prefeita disse que, oficialmente, a cidade registrou até agora dois casos do novo coronavírus, mas que a todo momento são esperadas novas notificações. Para atender esses pacientes ela destacou ações emergenciais do Executivo Municipal como a preparação e estruturação do prédio construído para abrigar a UPA Bento Gonçalves, onde irá funcionar o Centro de Atendimento a Síndromes Gripais. Paula também salientou a compra de quatro respiradores para esta unidade e a expectativa de receber mais equipamentos do Ministério da Saúde, nos próximos dias. 

Além da Central de Triagem telefônica, em que pessoas com sintomas de viroses gripais têm informações de como proceder e qual unidade de saúde procurar, a prefeita anunciou a criação de uma Central de Consultas, onde devem atuar profissionais mais experientes, principalmente médicos, que deverão ser chamados pelo governo municipal, em breve.

"O que nós queremos é impedir o avanço do vírus na nossa cidade, impedir que se ampliem os contágios, que muita gente adoeça ao mesmo tempo, que casos se agravem e o sistema de saúde não consiga responder", esclareceu. Paula encerrou a transmissão com o pedido para que a população permaneça em casa como um ato de amor à vida. 

Reunião Azonasul

Ainda na tarde desta segunda-feira (30), a prefeita Paula Mascarenhas se reuniu, por videoconferência, com os prefeitos da Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul) para discutir as medidas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Após cerca de duas horas de debate, ficou decidido que os prefeitos manterão os decretos de restrição da circulação e fechamento do comércio, pelo menos até sexta-feira, quando o grupo deve se reunir novamente.

Não caia em fake news

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram, Twitter e canal WhatsPel.

Carregando 0%