ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Segurança Pública

Prefeita articula força-tarefa de controle do lockdown

Secretarias municipais, Brigada Militar e Polícia Civil estarão nas ruas em tempo integral durante o bloqueio

Por Tânia Magalhães 07-08-2020 | 15:08:39

Segurança e fiscalização fortalecem os elos de integração e montam força-tarefa, com estratégias definidas, para fazer valer as regras do lockdown no Município, com início às 20h deste sábado (8) e término ao meio-dia de terça-feira (11). Os objetivos do bloqueio são a contenção da disseminação do novo coronavírus e o equilíbrio do sistema hospitalar. Pelo menos três táticas estão ajustadas: barreiras volantes nas principais vias da cidade; atendimento a denúncias; e policiamento permanente nos pontos críticos para aglomerações.

Paula Mascarenhas reúne instituições e órgãos que vão garantir segurança e fiscalização Fotos: Michel Corvello

No final da tarde de quinta-feira (6), a prefeita Paula Mascarenhas promoveu reunião com as forças de segurança, salientando a importância das ações no período de fechamento de atividades na cidade, principalmente no que diz respeito a abordagens e fiscalizações.

“As forças de segurança desempenham papel central no enfrentamento ao coronavírus”, afirmou, destacando a importância da sensibilidade necessária para tratar as pessoas e conscientizá-las sobre o papel do lockdown.

Secretarias de Segurança Pública (SSP/Guarda Municipal), Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana (SGCMU) e Saúde – Vigilância Sanitária (Visa/SMS), aliadas à Brigada Militar (BM) e à Polícia Civil (PC), estarão nas ruas, ininterruptamente, para diálogos com motoristas e pedestres em deslocamento, e fiscalização em comércio, indústria e serviços.

Guarda Municipal

O máximo do efetivo da GM atuará durante o lockdown, participando das estratégias de barreiras rápidas volantes, que cobrirão todo o município, do atendimento a denúncias, e do policiamento em pontos críticos de aglomerações.

O secretário Samuel Ongaratto informou que os guardas poderão, inclusive, acompanhar pessoas que estão nas ruas. Por exemplo: se alguém for abordado e justificar que vai a uma farmácia, o policial tem autorização para ir junto, certificando-se de que é verdadeira a declaração do pedestre. O mesmo também está sujeito a ocorrer com condutores de veículos.

Gestão da Cidade e Mobilidade

A SGCMU reforçará a atuação na fiscalização de atividades não permitidas pelos dois decretos municipais – o do lockdown e o complementar. O secretário Jacques Reydams antecipou que as equipes atuarão junto ao comércio, indústria e serviços. Ao se deparar com algum estabelecimento aberto e funcionando, no Centro ou nos bairros, prestarão orientação para que interrompam as atividades e fechem o local. Não havendo receptividade, aplicarão as penalidades previstas.

Transporte e Trânsito

Agentes de Trânsito farão fiscalização ininterrupta, nas principais vias da cidade, durante a suspensão das atividades não essenciais. “Veículos serão abordados, para que condutores e passageiros informem aonde vão e a necessidade do deslocamento”, salientou o secretário Flávio Al-Alam.

A fiscalização do trânsito, além de abranger veículos particulares, será exercida em relação ao transporte alternativo – táxis, mototáxis e carros de aplicativos. Só poderão ser transportadas pessoas com destino a locais autorizados a funcionar.

Saúde – Vigilância Sanitária

A Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde (Visa/SMS) intensificará as vistorias, no Centro e nos bairros, quanto a empresas que trabalhem com produtos ou serviços sob inspeção higiênico-sanitária. “A fiscalização fará um verdadeiro patrulhamento, além de apurar denúncias. O estabelecimento que estiver aberto será orientado a fechar imediatamente. A Visa usará seu poder de polícia administrativa, podendo penalizar os infratores”, frisou o chefe da Vigilância, Sidnei Louro Jorge Júnior.

Nas Instituições de Longa Permanência para Idosos (Ilpis) e nas comunidades terapêuticas, sob responsabilidade da Visa, estarão proibidas visitas durante o lockdown. “Somente funcionários poderão entrar, e profissionais ou serviços de saúde, em casos de urgência ou emergência”, explicou Jorge Júnior.

Brigada Militar

Os policiais participarão das barreiras volantes, ficarão nas áreas de costumeira concentração de pessoas e atuarão nas abordagens a pedestres e veículos.

“Toda a estrutura de retaguarda do Batalhão estará nas ruas para garantir respeito ao lockdown, integrada às demais forças de segurança”, afirmou o comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Facin.

Ao solicitar que cada cidadão dê a sua contribuição de respeito, de solidariedade ao coletivo, não saindo às ruas, o comandante assinalou que o atendimento a denúncias faz parte das estratégias, com o intuito de dissipar agrupamentos e deslocamentos nas vias públicas.

Confira mais fotos da reportagem no Flickr da Prefeitura.

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram, Twitter e canal WhatsPel.

Tags

policiamento, fiscalização, lockdown, forças integradas, articulação de força-tarefa, prefeita paula mascarenhas, secretarias, brigada militar, polícia civil, obediência aos decretos

Carregando 0%