ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Gabinete da Prefeita

Paula debate conjuntura com representantes de escolas privadas

Demandas das instituições de educação infantil serão discutidas no Comitê de Crise da pandemia, conforme encaminhamento da prefeita

Por Paulo Ienczak 28-04-2020 | 18:22:53

A prefeita Paula Mascarenhas se reuniu, na tarde desta terça-feira (28), com representantes das escolas de educação infantil particulares da cidade. Com a pandemia originada pelo novo coronavírus, que causou a suspensão das atividades escolares presenciais em todos os níveis de ensino, a categoria busca alternativas para a sobrevivência dos cerca de 120 educandários registrados de Pelotas. 

Comitiva entregou propostas a fim de atenuar situação financeira complicada – Fotos: Rodrigo Chagas.
“Admiro muito as profissionais de educação infantil, que prestam um lindo serviço de interesse público, e promovem o ensino e a socialização das nossas crianças. Vamos pensar, juntas, em alternativas para o setor durante a pandemia”, assinalou a prefeita. 

O grupo apresentou, à gestora-chefe do Município, um documento com propostas, cuja finalidade é atenuar a situação financeira difícil das escolas, que têm sofrido o atraso das mensalidades e até mesmo cancelamento de matrículas. Paula explicou que, para tomar as decisões em relação ao distanciamento social e as medidas de combate à expansão da Covid-19, o Comitê de Crise depende dos resultados da pesquisa, coordenada pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), sobre o Sars-CoV-2 no Rio Grande do Sul. 

As conclusões da segunda etapa do estudo devem ser divulgadas nesta semana, e ainda há uma terceira fase do levantamento a ser concretizada em maio. “Por termos adotado o isolamento social em março é que o avanço do vírus está contido, e precisamos manter o controle da curva de contágio”, disse a chefe do Executivo pelotense.

Serviço necessário na pós-pandemia

A prefeita Paula destacou a importância de os pais e responsáveis, com condições financeiras, continuarem a quitar as parcelas cobradas pelas instituições de ensino, a fim de que o serviço possa sobreviver durante o período da enfermidade.

“Após a pandemia, as famílias precisarão do trabalho das escolas de educação infantil, então, quem tiver possibilidade, é importante que continue a pagar as mensalidades, para garantir este serviço em um futuro próximo”, destacou Paula.

As empresárias do segmento se comprometeram a averiguar quantos pais e responsáveis de alunos retornaram ao trabalho após a reabertura controlada de parte da atividade comercial de Pelotas, no dia 23 de abril. Os dados serão enviados ao Comitê de Crise, que discutirá a situação dessas escolas privadas. O vereador Marcos Ferreira (PTB) – Marcola – participou da audiência.

Confira as fotos da reportagem no Flickr da Prefeitura.

Não caia em fake news.

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram @prefeituradepelotas, Twitter @PrefPelotas e canal WhatsPel.

Tags

escolas particulares, educação infantil, pandemia, novo coronavírus, conjuntura, debate sobre a crise, reunião com a prefeita Paula, busca de alternativas

Carregando 0%