ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Segurança Pública

Operações de Segurança dispersam festas clandestinas no Município

A fim de não cair na fiscalização, aglomerações ocorrem em pontos distantes da zona central, como no Distrito Industrial e até mesmo embaixo de ponte. Agentes trabalham com patrulhamento e denúncias para coibir infrações

Por Paulo Ienczak 16-08-2020 | 15:37:25

Durante o final de semana, as forças de segurança do Município mantiveram-se atuantes, a fim de coibir aglomerações e fazer cumprir as determinações de isolamento social, previstas no decreto de Distanciamento Controlado do governo estadual, e nos decretos municipais para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Na madrugada de sábado (15) para domingo (16), agentes patrulharam diversos pontos da cidade, como a Colônia Z3, Balneário dos Prazeres, Laranjal, Areal, Fragata, Simões Lopes e Centro.  

Agentes percorreram a cidade na madrugada de sábado para domingo. Flagrantes de aglomerações ocorreram em diversos pontos. Foto: Divulgação.

No Distrito Industrial, na avenida Pinheiro Machado, próximo ao Centro de Eventos, bairro Fragata, houve um racha de veículos com agrupamento de pessoas, que se dispersou assim que a Guarda Municipal (GM) chegou ao local. Um veículo foi abordado, e o motorista autuado por participação em aglomeração. No Centro, duas festas, com cerca de 25 pessoas reunidas, foram encerradas pela fiscalização. Em uma das saídas da cidade, embaixo da ponte antiga sobre o canal São Gonçalo, nove pessoas foram flagradas, também em grupo.  

“A ação na madruga de sábado, no total, multou cerca de 20 pessoas, por participarem ou incentivar aglomeração e, também, por não utilizar máscara. Nenhum estabelecimento foi multado, pois as festas clandestinas ocorreram em locais que não possuíam CNPJ”, informou o secretário de Segurança Pública, Samuel Ongaratto.

Durante o dia, patrulhamento tratou de evitar infrações ao distanciamento - Fotos: Michel Corvello

Acesso à orla fechado e patrulhamento nos bairros

No domingo, o patrulhamento contou com ação integrada da Brigada Militar, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Civil e agentes de Trânsito. Para o Laranjal, foi deslocado um comboio fixo, com duas viaturas e quatro motos. O acesso de veículos à orla da praia, na avenida Doutor Antônio Augusto de Assumpção, foi fechado pelos agentes da Secretaria de Transporte e Trânsito (STT), com permissão apenas para tráfego local de moradores.  

“Estamos no período mais crítico da pandemia até agora, com Pelotas em bandeira vermelha, e com apelo para que a população cumpra um lockdown voluntário. Mas, sabemos que, com um domingo de sol, muita gente procura a praia do Laranjal. Optamos, de maneira integrada, por fechar a orla para acesso de veículos, com agentes orientando a população, para que não ocorram aglomerações”, explicou o comandante da Brigada Militar, tenente-coronel Márcio Facin.

Outras três viaturas circularam pela cidade, para verificar a situação de movimento em outros bairros, e atender denúncias. Na avenida Duque de Caxias, um dos pontos que tem registrado maior agrupamento de pessoas aos domingos, contou com a presença de forças de policiamento no período da tarde e noite.

Multas  

A Lei nº 6.819/2020, em vigor desde 16 de julho, autoriza a aplicação, pela Guarda Municipal, de multa para pessoas flagradas em aglomerações, ou que se recusem a utilizar máscara de proteção facial. O valor da penalidade varia de uma Unidade de Referência Municipal (URM), atualmente de R$ 117,69, até 10 URMs, de acordo com a gravidade da infração.  

Veja mais

Sancionada a Lei da multa pelo não uso de máscara e sobre aglomerações

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram @prefeituradepelotas, Twitter @PrefPelotas e canal WhatsPel.

Tags

fiscalização, pandemia, aglomerações, multa, segurança pública, novo coronavírus

Carregando 0%