ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Fiscalização intensificada foca em estabelecimentos e no uso de máscara

Ações iniciaram-se na terça-feira, para frear o avanço do novo coronavírus no Município

Por 25-11-2020 | 14:29:39

Desde março, as forças de segurança, junto com a fiscalização da Secretaria de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana (SGCMU) e com agentes da Saúde, tem, como foco principal, combater o avanço da pandemia da Covid-19 em Pelotas. Com o aumento no número de casos e de internações, não só no Município, a terça-feira (24) foi marcada pela intensificação da fiscalização em estabelecimentos de diversos segmentos e quanto ao uso de máscara pela população. Essas ações devem ser estendidas pelas próximas semanas. 

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Samuel Ongaratto, a Guarda Municipal, a Brigada Militar, a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros e os agentes de Trânsito atuam nas ruas, aos finais de semana, ininterruptamente, desde o início da pandemia em Pelotas e das determinações de medidas preventivas, via decretos municipais, para controlar a situação. 

Com o aumento da propagação do vírus entre jovens de 20 a 34 anos, segundo a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, aglomerações noturnas em vias públicas e festas, não autorizadas pela Prefeitura, são o foco das Operações Integradas, que se iniciaram em 2017, para combater os altos índices de criminalidade no Município e, atualmente, atuam também na linha de frente contra o novo coronavírus. 

“Nos últimos dois meses, é visível o aumento do número de denúncias de festas, sem distanciamento e sem uso de máscara. Nós temos intensificado a fiscalização em bares e em casas noturnas principalmente. O Observatório de Segurança Pública faz, semanalmente, o monitoramento das informações da pandemia e o perfil mais jovem tem predominado, devido às festas em estabelecimentos comerciais, privados e ao ar livre e, agora, as equipes têm o objetivo de conter esses eventos”, afirma Ongaratto.

Máscara é Vida

Entre as iniciativas para combater a pandemia, como a Operação Saúde Para Todos e o lockdown – realizado em agosto -, a Guarda Municipal (GM) iniciou, na terça-feira (24), a operação Máscara é Vida, para, além de intensificar a fiscalização nos locais, estimular o uso da proteção facial, obrigatória na cidade, por meio da orientação à prevenção, da distribuição de máscara para pessoas em vulnerabilidade social e, quando necessário, da autuação. A Lei da Multa, em vigor desde julho, permite a aplicação da punição financeira de R$ 119,45, para indivíduo sem máscara, a R$ 1.194,50, para quem estiver sem máscara e em aglomeração.

Conforme o comandante da GM, Igor Bretanha, no primeiro dia de operação, as equipes entregaram máscaras no bairro Guabiroba, onde foram distribuídas mais de 170 unidades à população. “Além dessa distribuição, abordamos quase 200 pessoas, quando duas tiveram de ser autuadas por se negarem ao uso da proteção facial”, comenta.

As equipes também atuaram, acompanhando fiscais da SGCMU, junto a estabelecimentos em diversos pontos da cidade. O secretário de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana, Jacques Reydams, afirma que cerca de 10 pontos comerciais foram lacrados por não respeitarem o horário de encerramento total das atividades, que é à meia-noite, conforme determinação do Decreto 6.338/2020. 

“Esperamos que a população retorne ao uso da máscara e que os empresários colaborem e tenham responsabilidade social em relação aos cuidados necessários em seus estabelecimentos, como a exigência da peça de proteção facial, a realização aferição de temperatura e a não permissão de aglomerações no local”, destaca Reydams.

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram @prefeituradepelotas, Twitter @PrefPelotas e canal WhatsPel.

Tags

fiscalização, coronavírus, pandemia, forças de segurança, ação

Carregando 0%