ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Equipes das UBSs recebem capacitação para uso correto de EPIs

Proteção tem o objetivo de prevenir doenças, como a Covid-19

Por Alessandra Senna 28-04-2020 | 10:36:44

Preconizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma das ações preventivas mais eficazes para evitar a contaminação por vírus e bactérias em ambientes de atendimento a doentes, o uso dos Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) se tornou indispensável nas unidades e instituições de saúde desde os primeiros registros de casos do novo coronavírus. Em Pelotas, profissionais das 50 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estão sendo capacitados para a utilização correta desses acessórios, que tornam mais seguro o contato entre as equipes da rede de Atenção Primária do Município e os pacientes.

Segundo a diretora de Atenção Primária, Cristina Vetromilla, há cerca de duas semanas uma equipe composta por nove servidores, entre eles enfermeiras de Apoio Técnico da Diretoria de Atenção Primária (DAP) e representantes do Departamento de Segurança e Saúde do Trabalhador (DSST), percorre as UBSs para realizar o treinamento. Os profissionais são responsáveis por compartilhar com os colegas orientações de como manusear e utilizar máscaras, luvas, aventais, óculos de proteção - equipamentos obrigatórios para o atendimento à população. 

"Primeiro, os profissionais foram capacitados por especialistas da Universidade Federal de Pelotas, sobre a importância do uso do EPI e da utilização correta de cada equipamento, para depois multiplicarem essas informações com os colegas da rede de Atenção Primária", explica Vetromilla. 

Profissionais das UBSs foram treinados para a utilização correta de EPIs. Kits dos equipamentos foram distribuídos na capacitação - Fotos: Rodrigo Chagas/ Divulgação/SMS

Participam da capacitação os profissionais que trabalham em unidades básicas tradicionais e da Estratégia de Saúde da Família, desde médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem, até recepcionistas e higienizadores. "Nós, inclusive, simulamos como deve ser feita a colocação e a retirada dos EPIs, revisamos como pode ocorrer o contágio e falamos sobre como deve se organizar o atendimento à população em tempos de pandemia", relata uma das integrantes da equipe responsável pelo treinamento, enfermeira do apoio técnico da SMS, Josiane Palma. 

Cuidado com quem atende a população

A capacitação começou no mesmo período em que houve uma mudança no horário de atendimento nas UBSs. O período da manhã está dedicado aos pacientes que apresentam sintomas de possíveis viroses gripais, enquanto a tarde fica reservada aos demais casos - como as consultas de rotina e vacinas. A estratégia foi a forma encontrada de evitar que suspeitos de coronavírus circulassem junto aos demais pacientes das unidades.

"A SMS adquiriu 45 toldos, que estão sendo instalados na área externa das unidades, para a triagem da população com sintomas gripais", salienta Vetromilla.

Veja mais:

+Pacientes com sintomas gripais devem procurar UBSs apenas pela manhã

Até quarta-feira (29), quando está previsto o fim do treinamento para utilização de EPIs nas UBSs, a diretoria de Atenção Primária estima ter treinado cerca de 600 profissionais. Conforme a apoiadora técnica do gabinete da SMS, Maristela Irazoqui, ações como essa fazem parte da proposta de aproximar as UBSs, o serviço de Atenção Primária, da gestão da saúde no município. "Todos os profissionais precisam compartilhar saberes, sendo a prevenção uma forma de reduzirmos as doenças, inclusive entre os nossos trabalhadores. Queremos prevenir para termos mais saúde", destaca.

O próximo passo da SMS é capacitar as higienizadoras das UBSs sobre a limpeza das unidades, além de repassar recomendações sobre os processos de trabalho dos agentes comunitários durante o período da pandemia.

Tags

treinamento, epi, capacitação, atenção primária, máscaras, luvas, aventais, óculos, coronavírus

Carregando 0%