ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Pacto Pelotas pela Paz

Círculos virtuais de construção da paz trabalham junto às escolas durante a pandemia

Metodologia do Pacto Pelotas Pela Paz ampliou sua atuação na rede municipal de ensino, que teve aulas suspensas desde março, por conta do novo coronavírus

Por Paulo Ienczak 08-06-2020 | 14:49:12

Desde abril, nas primeiras semanas de isolamento social adotado para conter o avanço do novo coronavírus em Pelotas, o projeto Círculos de Construção da Paz ampliou seu atendimento para atender professores e alunos da rede municipal de ensino, por meio de encontros virtuais, via videoconferência.

A metodologia utilizada nos Círculos é a Justiça Restaurativa (JR), desenvolvida pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), e que desde 2017 faz parte das atividades do programa de segurança pública do município, o Pacto Pelotas Pela Paz, no eixo de Prevenção à Violência. Condomínios residenciais, algumas escolas e ambientes de trabalho já contavam com a JR mesmo antes da pandemia, como um modo de prevenir a violência e apaziguar conflitos. 

Videoconferências possibilitam a continuidade dos Círculos de Construção da Paz durante a pandemia. Foto: Divulgação.
“Os Círculos virtuais trazem a possibilidade de reflexões sobre a saúde mental e emocional, e o autocuidado pessoal durante a pandemia”, ressalta Jussara. 

Nas escolas municipais, mais de 219 círculos virtuais foram desenvolvidos até o início de junho, com participação de 2.831 servidores. Deste total, 13 círculos foram abertos para profissionais da linha de frente na atuação durante pandemia, e tiveram participação de 166 pessoas.

Qualquer pessoa pode participar de um círculo restaurativo virtual, enviando e-mail para: circulandopelapaz.smedpelotas@gmail.com ou mensagem para o número (53) 99139-5212.

Histórico 

Para estimular a cultura de paz nas escolas municipais, professores e orientadores educacionais receberam uma formação em Justiça Restaurativa, para aplicar a metodologia nos espaços em que atuam. Por meio dos Círculos de Construção da Paz, com a utilização das ferramentas do diálogo e escuta plena, busca-se a solução de conflitos no meio escolar, o fortalecimento das relações, a criação de um ambiente seguro e de convivência mais harmoniosa. 

A orientadora educacional da Secretaria de Educação e Desporto (Smed), Jussara Tedesco Cruz, foi a primeira servidora do Município habilitada pela Escola Superior de Magistratura (Ajuris) como instrutora de Justiça Restaurativa e Círculos de Construção de Paz em Pelotas. Até o final de 2019, 42 escolas municipais contavam com Círculos, e cerca de 100 servidores foram capacitados como facilitadores da metodologia.

Saiba mais

Círculos de construção da paz virtuais envolvem 70 pessoas

Para 2020 o planejado eram novos ciclos de formação e atividades mensais nas escolas, mas tudo mudou na segunda metade de março, com o avanço da pandemia do novo coronavírus, a adoção do isolamento social e a suspensão das atividades escolares presenciais. A partir disso, adotou-se os Círculos de Construção da Paz virtuais, com servidores que estavam na linha de frente do enfrentamento à pandemia, das secretarias de Saúde (SMS) e Assistência Social (SAS), e com equipes diretivas das escolas municipais. 

Foto: Divulgação.

Em meados de abril, foram realizados 12 Círculos virtuais, com 180 representantes das equipes diretivas das escolas. Ao final de abril os Círculos online passaram a fazer parte do cotidiano dos profissionais.

Os Círculos de Construção da Paz virtuais, em tempos de isolamento social, focam no acolhimento e autocuidado, cumprindo as etapas dos círculos presenciais, e disponibilizando um espaço de escuta e fala, com reflexões feitas a partir de perguntas norteadoras. “De onde eu tiro a minha força e energia diante desta situação de isolamento e incertezas para o futuro? Que reflexões este momento de isolamento trouxe sobre a minha vida pessoal e profissional?”, são alguns dos temas abordados. 

O Projeto é uma realização de Tdh Brasil e da Associação de Juízes do Rio Grande do Sul (AJURIS), com o apoio da Unesco, Criança Esperança e SESI, através do Projeto Edulivre. Em Pelotas os Círculos de Construção da Paz são desenvolvidos pela Prefeitura, em parceria com o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Pelotas (Cejusc).

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram, Twitter e canal Whatspel. 

Tags

círculos de construção da paz, pacto pelotas pela paz, justiça restaurativa

Carregando 0%