ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Centro Covid completa um mês de atuação na rede de atendimento à pandemia

Com atenção exclusiva a pacientes pediátricos, unidade prepara-se para começar a receber adultos

Por Vitória Leitzke 24-05-2020 | 10:56:59

um mês, o Centro de Atendimento a Síndromes Gripais (Centro Covid) agrega estrutura e especialização à rede de atendimento relacionada ao novo coronavírus em Pelotas. Com atenção a pacientes pediátricos, a unidade recebe os ajustes finais para também começar a prestar serviços de saúde a adultos. 

Composto por dez leitos de enfermaria para crianças, cinco Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) pediátricas, 11 leitos de enfermaria para adultos e seis UTIs adultas, o Centro Covid será referência a todos os pacientes da Covid-19 no município. Conforme avaliação da prefeita Paula Mascarenhas, a unidade é um símbolo para Pelotas.

Inaugurada em 24 de abril, unidade agrega estrutura à rede de atendimento da cidade – Fotos: Michel Corvello/Arquivo

Em 30 dias, foram atendidas 197 crianças: 118 meninos e 79 meninas. Do total, 16 tiveram recomendação de isolamento social. A equipe concedeu alta para domicílio a 83,2%, internou 7,6% na enfermaria e encaminhou 8,1% do total para outros serviços.

Em um mês, 197 crianças já foram atendidas no Centro de Atendimento a Síndromes Gripais – Arte: Robes Rocha/Ascom
“O Centro Covid é uma das experiências mais simbólicas da atuação do Município no combate à pandemia de coronavírus. Fizemos todas as adaptações físicas, aquisições de equipamentos e formação de equipe em tempo recorde e temos um espaço extremamente qualificado no atendimento aos pacientes de Covid-19”, destaca a chefe do Executivo pelotense, Paula Mascarenhas.

Centralização

A secretária municipal de Saúde, Roberta Paganini, ressalta a importância do Centro para centralizar o atendimento de crianças com síndromes gripais em situações mais agravadas. “Isso evita a circulação de pacientes com sintomas ou que passem em vários serviços. Agora, estamos concentrando esforços para abrir em breve o atendimento adulto”, informa.

Roberta acrescenta que agradece "o empenho de muitos profissionais da saúde que se dedicaram para esta realização e a parceria de diversas pessoas e instituições que, de alguma forma, contribuíram com seus conhecimentos técnicos, cedência de profissionais e doação de diversos itens”.

Organização

Segundo a responsável técnica, Jaqueline Tomaschewski, a unidade facilitou e organizou o trânsito de pessoas com quadro de síndromes gripais na cidade. “O mais importante é a medida de prevenção para evitar a propagação do vírus e o Centro Covid tem papel fundamental para isso”, afirma Jaqueline. 

A servidora explica que havia a expectativa de uma procura maior do que a registrada. “Mas acreditamos que o tempo seco e estável fez com que tivéssemos um fluxo tranquilo. Até o momento, todos os testes realizados foram negativos e 14 crianças foram recomendadas para isolamento domiciliar, pois eram pacientes que podiam continuar o tratamento em casa e não casos de internação”, esclarece.

Aprovação

O filho de Camila, na última semana, precisou de atendimento para diagnosticar um quadro gripal que começava a dar sinais. Ao chegar lá, Camila pôde se sentir segura e confiante com o amparo da equipe ao pequeno. 

“A organização do centro ficou muito bem elaborada. As crianças são recebidas e passam por uma pré-consulta, para ver o quadro em que se encontram. Posteriormente, as pediatras e as enfermeiras prestam o atendimento com todo o carinho e cuidado, prezando pela proteção dos pacientes e de seus colaboradores”, conta a mãe.

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram, Twitter e canal Whatspel.

Tags

centro covid, centro de atendimento, síndromes gripais, um mês de atuação, rede de atendimento à pandemia, novo coronavírus, covid-19

Carregando 0%