ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Bandeira laranja está mantida em Pelotas

Em transmissão ao vivo Prefeita se posiciona a favor da autonomia dos municípios nas restrições de atividades e serviços para conter o contágio pelo coronavírus

Por Alessandra Senna 27-07-2020 | 19:14:32

Durante uma live nas redes sociais, a prefeita Paula Mascarenhas, anunciou no fim da tarde desta segunda-feira (27), a manutenção da bandeira laranja do modelo de Distanciamento Controlado. Pelotas e outras cinco regiões, tiveram o recurso aceito pelo Gabinete de Crise do governo estadual e permanecem até dia 3 de agosto, próxima segunda-feira, como áreas de risco médio para o contágio. Pelotas irá manter os protocolos de funcionamento de atividades e serviço previstos no Decreto Municipal nº 6294, publicado na semana passada. 

Segundo a prefeita, a aceitação do recurso da bandeira vermelha mantém os protocolos intermediários implantados na semana anterior. 

"Resolvi recorrer porque conseguimos manter uma certa estabilidade a partir do equilíbrio entre a liberação de algumas atividades com restrições. O abre e fecha não atinge apenas a economia, mas também o psicológico das pessoas, causa o estressamento da sociedade, os conflitos e isso é muito ruim", disse a gestora municipal ao confirmar a classificação definitiva de Pelotas para bandeira laranja, com restrições da vermelha.

Paula destacou aos internautas que o teto de ocupação dos locais conforme determina a bandeira vermelha, com o número de trabalhadores restritos, como o comércio, por exemplo, com até 25% dos funcionários, um cliente por atendente. Sobre a reabertura de ginásios, reafirmou que apenas práticas individuais ou com até duas pessoas estão liberadas. Os cultos também mantém o número máximo de 30 pessoas para os grandes templos.

Ao vivo nas redes a prefeita confirmou os protocolos implantados na semana passada - Fotos: Michel Corvello

Veja mais:

+Prefeitura de Pelotas recorre da bandeira vermelha

Curva da pandemia

Além de destacar a manutenção das ações adotadas na semana anterior para contenção da pandemia na cidade, a gestora municipal, apresentou a ampliação no número de leitos Covid - hoje com total de 114 vagas -, e ressaltou a estabilidade da taxa de ocupação de UTI, em 50%. Nos mapas de acompanhamento da pandemia no município, Paula apontou a situação de Pelotas com relação ao Estado - que normalmente se mantém em 16º lugar no número de infectados para cada 100 mil habitantes. 

Sobre o índice de isolamento, a prefeita lamentou o município ter registrado um dos mais baixos números dos últimos meses, com 38,8%, no dia 23 de julho. "Esse é o momento mais grave que estamos vivendo e aí houve uma queda no isolamento, o que é normal, pois estamos há cinco meses vivendo essa crise sanitária. Mas é preciso que tenhamos consciência, maturidade, que é com o isolamento que vamos superar isso tudo". 

Outro dado importante exposto foi a proporção do número de óbitos para cada 100 mil habitantes - Pelotas ocupa hoje 185ª posição no Estado, tendo a quarta maior população.

Autonomia dos municípios

A prefeita também esclareceu ao público que é favorável a autonomia dos municípios para o regramento das ações de enfrentamento à pandemia. O tema, que hoje foi discutido pelos prefeitos da Azonasul, ainda está em definição.

"Sou a favor de que cada município estabeleça seus decretos, seus protocolos a partir dos dados do Estado, neste fim de semana eu percebi quanto essa autonomia faz a diferença Se eu tivesse essa possibilidade, na sexta-feira eu teria aceitado a bandeira vermelha, mas teria mantido os protocolos que já estavam determinados. Não significa se desprender do governo do estado - o protocolo é altamente positivo, precisamos receber esses dados e adaptar a nossa realidade, buscar o caminho do bom senso".

Tags

saúde, coronavírus, bandeira, vermelha, laranja

Carregando 0%