ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Saúde

28 mil doses da vacina contra a gripe são aplicadas em Pelotas

Cerca de 40% do total estimado de idosos que vivem na cidade estão imunizados contra o vírus Influenza

Por Alessandra Senna 03-04-2020 | 18:15:25

Até o fim da tarde desta sexta-feira (3), a Vigilância Epidemiológica do município contabilizou um total de 28.098 doses da vacina contra o vírus Influeza (gripe) aplicadas desde o começo da campanha nacional, dia 23 de março, em Pelotas. Os números divulgados hoje são uma parcial feita pela Secretaria de Saúde (SMS) já que algumas Unidades Básicas de Saúde ainda possuem doses da imunização contra a gripe.

De acordo com a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, responsável pelo levantamento, Rita de Cássia Carvalho, do total de pessoas vacinadas até agora, 18.804 são idosos, ou seja, cerca de 40% do total estimado de 47 mil que vivem hoje em Pelotas. Da área da saúde foram imunizados 9.294 trabalhadores.

UBSs continuaram vacinando nesta sexta-feira(3) - Foto: Rodrigo Chagas

Durante toda essa sexta-feira (3), muitas UBSs atenderam aos idosos que não haviam conseguido se vacinar na retomada da campanha ocorrida no dia anterior. Trinta unidades foram reabastecidas, na tarde de ontem (2), com cerca de 200 doses cada uma. A vacina redistribuída nos postos seria utilizada no sistema "drive thru", em que o cidadão não precisaria descer do veículo em que estivesse para ser imunizado, mas com a grande procura e a quantidade insuficiente enviada pelo Ministério da Saúde, quatro mil doses que seriam destinadas a essa alternativa de vacinação foram encaminhadas às unidades.

Veja mais:

+ Grande procura por vacina da gripe desabastece Unidades Básicas de Saúde

Expectativa

A SMS espera vacinar em Pelotas 95% do público considerado prioritário pelo Ministério da Saúde, como idosos, profissionais da saúde, crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, portadores de doenças crônicas e a população indígena. A campanha está prevista para se estender até dia 23 de maio. 

Coronavírus X Influenza 

Ainda que a vacina da gripe não proteja contra o coronavírus, ela impede uma sobrecarga do sistema respiratório, que agravaria um eventual ataque do novo coronavírus. A vacinação também ajuda a diferenciar entre gripe e a Covid-19 (causada pelo novo coronavírus). Por exemplo, se o sujeito recebeu a dose e ainda apresenta sintomas como tosse e falta de ar, provavelmente não é o vírus Influenza que os está causando. Nesses casos, dependendo de outros critérios, o médico pode solicitar um exame para verificar a presença do novo coronavírus. 

Não caia em fake news

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram, Twitter e canal WhatsPel.

Tags

saúde, vacina, gripe, idosos

Carregando 0%