ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Imunossuprimidos receberão vacina de reforço na terça-feira

Terceira dose será aplicada em pessoas que fazem tratamento para 'Pessoas vivendo com o vírus do HIV' (PVHIV) e que realizam atendimentos no Serviço de Assistência Especializada (SAE)

Por Kerolin Lulhier 27-09-2021 | 17:03:26

Pessoas que vivem com o vírus do HIV (PVHIV) e que são atendidas no Serviço de Assistência Especializada (SAE) poderão, na terça-feira (28), comparecer ao local para receber a dose de reforço da vacina que protege contra o coronavírus. O atendimento ocorre das 9h às 15h, na sede do SAE, localizado na rua Almirante Guillobel, 221, no bairro Fragata.

Para as pessoas com alto grau de imunossupressão o intervalo para a dose de reforço é de 28 dias após a aplicação da segunda dose ou dose única.

Confira o cronograma:

No Serviço de Assistência Especializada (SAE), na rua Almirante Guilhobel, 221, Fragata, das 9h às 15h

- Terça-feira (28) - 3ª dose para pessoas que vivem com o vírus HIV (PVHIV), e que são atendidas no SAE

Documentação obrigatória

- documento de identidade;

- novo atestado padrão, confeccionado pela Prefeitura, disponível no site do coronavírus. Esse documento é diferente daquele exigido para a primeira dose do grupo de pessoas com comorbidades. Para emitir o documento, os pacientes devem se deslocar até uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou algum outro serviço de saúde. A esse grupo, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) orienta que o intervalo entre a segunda ou a dose única, e a 3° dose, seja de 28 dias.

SMS informa

A SMS informa que é preciso aguardar o intervalo mínimo de 14 dias entre a aplicação da vacina contra a Covid-19 e qualquer outra do esquema vacinal, incluindo a que protege da gripe, para garantir a imunização correta. 

Além disso, as pessoas que apresentarem sintomas gripais não devem comparecer na data marcada. O mesmo vale para quem tiver positivado para o coronavírus. É necessário aguardar 30 dias do início dos sintomas para receber a aplicação.

Tags

coronavírus, imunossuprimidos, terceira dose, vacinação em pelotas

Carregando 0%