ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Forças de segurança alertam sobre proibição de permanência em locais públicos

Apesar da proibição de permanência em áreas públicas, em vários locais da cidade , como na praia do Laranjal, foram constatadas aglomerações durante o fim de semana

Por Alessandra Senna 30-11-2020 | 14:12:53

Dois dias após a edição do Decreto 6.343/2020, que proíbe a permanência em locais públicos em Pelotas, como forma de enfrentamento à pandemia do coronavírus, as forças de segurança flagraram descumprimento da regra em vários pontos de lazer da cidade, durante o sábado (28) e o domingo (29). A Secretaria Municipal de Segurança Pública (SSP) realizou operações para dispersar aglomerações e alertou que, no próximo fim de semana, fechará algumas áreas do Município.

Segundo o secretário de Segurança, Samuel Ongaratto, a Guarda Municipal, com auxílio da Brigada Militar, intensificou a orientação sobre a permanência em locais públicos, principalmente no Laranjal e no Recanto de Portugal - áreas onde houve a maior concentração de pessoas no fim de semana.

"No Laranjal, abordamos cerca de mil pessoas, explicamos sobre a nova determinação, que não os permite permanecer em áreas públicas, como forma de se prevenirem contra o coronavírus, e solicitamos que deixassem o local", esclarece. 

Na noite de domingo, na avenida Duque de Caxias, bairro Fragata, também foi necessária a intervenção das forças de segurança para evitar a permanência da população no local.

Ação rigorosa

A SPP planeja agir com maior rigor no próximo fim de semana, quando deverá instalar barreiras para impedir o acesso à praia do Laranjal. Ongaratto informa que as praças serão isoladas e em bancos públicos, de diferentes pontos da cidade, serão colocadas indicações proibindo a utilização.

"Como o Decreto era recente, resolvemos apenas orientar, em um primeiro momento, mas, agora, vamos agir com mais rigor para fazer valer a lei e evitar que casos de coronavírus aumentem ainda mais", frisa o secretário.

Veja mais

+Prefeitura reedita restrição a locais públicos como enfrentamento à pandemia

Guarda Municipal prossegue com a entrega de máscaras e orientando a população - Fotos: Rodrigo Chagas

Máscara é Vida

A operação Máscara é Vida entra, nesta terça-feira (1°), na segunda semana de distribuição, orientação e fiscalização para o uso do protetor facial. Atuando em locais, a partir de registros da Vigilância Epidemiológica e por levantamento feito pelo Observatório de Segurança Pública, com maior incidência de casos positivos para coronavírus, as equipes da Guarda Municipal já entregaram cerca de 550 máscaras. De acordo com o comandante da Guarda Municipal, Igor Bretanha, tem havido colaboração da maioria das pessoas abordadas pela operação até agora. 

 "Estamos tendo boa receptividade da população. Todos estão acatando e respeitando a iniciativa. Até o momento, tivemos apenas duas pessoas que se recusaram a atender à Lei 6.819. que determina o uso da proteção facial como forma de prevenção ao coronavírus. Elas foram autuadas conforme a legislação", relata Bretanha.

Na semana passada, as equipes estiveram em áreas dos bairros Fragata e Três Vendas, entre elas: Dunas, Santa Terezinha, Silveira, Cohab Guabiroba, Fraget e avenida Duque de Caxias. A partir desta terça-feira, o cronograma de ação da Máscara é Vida é o seguinte: 

  • terça-feira (1º/12), das 16h às 19h, Centro - comércio da cidade; 
  • quarta-feira (2), das 16h às 19h, Centro - Mercado Público; 
  • quinta-feira (3), das 16h às 19h, Centro - Cohabpel; 
  • sexta-feira (4), das 16h às 19h, Centro - proximidades estádio Bento Freitas; e, 
  • sábado (5), das 9h30min às 11h30min, Centro - comércio da cidade.

Fiscalizações

Além de realizar a ação Máscara é Vida, a Guarda Municipal, juntamente com fiscais da Secretaria Municipal de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana (SGCMU), retoma, nesta segunda-feira (30), as fiscalizações a estabelecimentos comerciais da cidade.

"Na semana passada, interditamos 14 locais e voltaremos nos mesmos para conferir se as mudanças necessárias foram feitas. Se reincidirem, serão lacrados por 14 dias", explica o secretário de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana, Jacques Reydams, alertando que outros comércios - além dos já autuados - serão visitados pela fiscalização.

Entre as irregularidades flagradas, estão o descumprimento do uso da máscara e o não distanciamento entre mesas em restaurantes.

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram @prefeituradepelotas, Twitter @PrefPelotas e canal WhatsPel.

Tags

saúde, coronavírus, fiscalização, máscara, aglomerações, segurança

Carregando 0%