ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Cuidado desde o primeiro contato: dia dos técnicos e auxiliares de enfermagem reforça importância dos profissionais

Dia 20 de maio é marcado pela homenagem aos profissionais que fazem o primeiro atendimento à população

Por Vitória Leitzke 20-05-2020 | 16:14:46

Ao procurarmos uma unidade de atendimento à saúde, em um primeiro momento, além dos sintomas que nos levam a procurar, o medo e a angústia também se fazem presente. E o primeiro contato com o profissional da saúde feito geralmente é com o técnico e auxiliar em enfermagem, que é fundamental para aliviar os sentimentos ruins. Em homenagem a estes profissionais, nesta quarta-feira (20) é comemorado o Dia Nacional do Técnico e Auxiliar de Enfermagem, data destinada para valorizar aqueles que têm como desafio a responsabilidade de atuar em funções básicas de manutenção e prevenção da saúde.

+ Um dia para homenagear profissionais integrantes da "linha de frente" contra o coronavírus

Técnicos e auxiliares de enfermagem também estão na linha de frente no combate ao novo coronavírus - Foto: Arquivo Ascom/Rodrigo Chagas

A palavra-chave que une estes profissionais é uma só: cuidar. É o caso das técnicas de enfermagem da Unidade Básica de Saúde (UBS) Simões Lopes, Jacqueline Coppa e da Zaida Helena Perleberg e também da Elisane Passos, que atua no Hospital-Escola da UFPel, que ao serem questionadas pela motivação em seguir a carreira destacaram a vontade de cuidar do próximo. Elas contam que, desde a infância, o desejo de ajudar e orientar sobre a saúde do outro fizeram com que procurassem o curso profissionalizante. 

+ Mais 34 profissionais de saúde fortalecem enfrentamento à Covid-19 no município

Os motivos são diversos. Zaida, quando criança, descobriu “o que queria ser quando crescer” ao cuidar da avó, deficiente visual. Já a Jacqueline e a Elisane foram motivadas pela vontade de ser útil na vida do outro e ajudar o próximo. “É uma motivação muito grande para mim sair de casa e saber que eu, todos os dias, posso ajudar, de certa forma, alguém com meu carinho, trabalho e dedicação”, afirma a técnica do HE. 

“Fico muito feliz e contente de poder ajudar, ao conversar e acalmar o paciente que entra na UBS. Sei que uma palavra de conforto já alivia nestas horas”, complementa Jacqueline. 

Com a pandemia, os hábitos e rotinas dos pelotenses foram alterados, principalmente os de quem atua na linha de frente da Covid-19. Zaida conta que a filha sempre achou a mãe neurótica por limpeza e cuidados. “Agora, estes cuidados só aumentaram, mudei muito a minha rotina”, compartilha. 

Cuidados com os equipamentos de proteção individuais está entre as preocupações dos profissionais técnicos e auxiliares de enfermagem - Foto: Arquivo Ascom/Rodrigo Chagas

Sua colega, Jacqueline, conta que a roda de chimarrão, tradicional durante os turnos das profissionais na unidade, ficou no passado. “Não compartilhamos mais nada, estamos sempre com equipamento de proteção para cuidar da saúde do outro e da nossa”, acrescenta. 

“A gente sai de casa e não sabe como vai voltar, não sabe se se infectou, se não se infectou, com aquela tensão e aquele medo, mas sempre com aquela vontade de estar aqui [no hospital]. Trabalhar é nossa prioridade, e saber que a gente está ajudando, que está atuando neste momento tão importante na vida das pessoas, porque é um momento em que as pessoas estão precisando muito”, destaca Elisane.

Cuidado em casa

A mudança na rotina também chega nas residências das técnicas. Elas ressaltam que a primeira coisa que fazem ao chegar em casa é a retirada dos sapatos, higienização de maçanetas e o banho em seguida. A distância de familiares, principalmente idosos, também é uma nova realidade para as profissionais. “O isolamento foi uma das medidas que alterou muito nosso dia a dia, não poder ver a família e os amigos, algo feito por todos e, mais ainda, pelos profissionais da saúde”, diz Elisane.

E para os colegas de profissão, as três têm um recado fundamental para os tempos de coronavírus: cuidado! “Tenham cuidado com as pessoas, mas não esqueçam de cuidar de vocês! Não somos insubstituíveis, mas cada um de nós é muito necessário neste momento”, finaliza Zaida.

Tags

coronavírus, covid-19, técnicos, auxiliares de enfermagem, enfermagem, dia nacional, UBSs, profissional da saúde, linha de frente, cuidar, cuidado

Carregando 0%