ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Coronavírus

Central de Teleconsulta recebe 468 ligações em duas semanas

Maioria das ligações é de mulheres e pacientes entre 13 e 60 anos. Médicos, enfermeiros, psicólogos e outros profissionais atendem público

Por Luiza Meirelles 27-04-2020 | 17:22:50

Há duas semanas, começou a operar em Pelotas a Central de Teleconsulta, oferecendo atendimento pré-clínico, orientações e encaminhamentos feitos por médicos, enfermeiros, assistentes sociais, nutricionistas e outros profissionais de saúde. Até o início da tarde desta segunda-feira (27), 468 ligações foram recebidas pelo serviço, que atende de segunda a segunda pelo número 0800 6485 319. Destes pacientes, 92 foram liberados e 20 seguem monitorados pela central, que retorna aos cidadãos para reavaliar o seu estado de saúde. 

A maioria dos chamados é feita por mulheres (73,5%) e por pacientes entre 13 e 60 anos, representando 76% dos atendimentos. Outros 20% são formados por pessoas com mais de 60 anos. As ligações, que vêm de todos os bairros da cidade, podem ser feitas das 8h às 18h, ininterruptamente, e representam uma boa alternativa àqueles que desejam conversar com um profissional de saúde, relatar seus sintomas e receber encaminhamentos sem sair de casa, o que colabora para minimizar a propagação do coronavírus na cidade.

Arte: Mariana Valente

Nos últimos quatro dias, foram 113 atendimentos prestados aos pelotenses – a sexta-feira (24) consistiu no dia de maior movimento, com 39 acolhimentos. O serviço funciona graças à articulação entre Prefeitura, universidades Federal (UFPel) e Católica (UCPel) de Pelotas, Companhia de Informática de Pelotas (Coinpel), Hospital Escola da UFPel, unidade filiada à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e startup Indeorum.

Qual o propósito da Central?

Evitar que estas pessoas se desloquem até as unidades de saúde, quando não for necessário, para reduzir a possibilidade de propagação da Covid-19. Além disso, otimiza a utilização dos recursos de saúde e oportuniza atendimentos mais seguros e rápidos aos cidadãos, uma vez que agiliza a triagem dos casos de síndrome gripal, incluindo os de coronavírus.

Quem atende?

O serviço conta com o envolvimento de cerca de cem profissionais, entre psicólogos, médicos, enfermeiros, educador físico, assistente social, terapeuta ocupacional e nutricionistas. Ainda representa uma oportunidade para quem não pode atuar na linha de frente da saúde por ter mais de 60 anos ou comorbidades. Também fortalece o enfrentamento da pandemia, considerando que o trabalho é feito remotamente de suas residências.

Quando devo ligar?

São três linhas de atendimento diferentes, dependendo da motivação de quem for ligar, ou seja, é possível discar para obter orientações e informações sobre síndrome gripal e/ou coronavírus, para relatar sintomas e ter atendimento pré-clínico ou, ainda, para compartilhar a preocupação pelo momento atual com algum profissional especializado. Os cidadãos não devem procurar a central para consultas de terceiros, isto é, a própria pessoa que apresenta os sintomas gripais deve telefonar e falar com o profissional de saúde, facilitando o diagnóstico e encaminhamento. 

Quais os procedimentos adotados?

Nestes 15 dias, a maioria dos encaminhamentos correspondeu à recomendação ao isolamento domiciliar, seguido pela procura por uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou a busca do atendimento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Areal. O que define estas diretrizes é o quadro detalhado pelas pessoas. Quando identifica sinais graves de síndrome gripal (falta de ar, desconforto respiratório, piora de condições clínicas de doenças preexistentes), o profissional encaminha o caso à UPA.

Aqueles com sintomas gripais leves, sem febre e comorbidades, são orientados ao resguardo residencial, mantendo-se em quarto ventilado até o fim do período sintomático e intensificando a higiene respiratória e os hábitos saudáveis de alimentação. A recomendação é de que voltem a ligar para a Central, caso haja alteração no quadro.

Não caia em fake news.

Leia as notícias oficiais, sobre o novo coronavírus e outros assuntos de interesse público, no hotsite e nas redes sociais da Prefeitura de Pelotas: Facebook, Instagram @prefeituradepelotas, Twitter @PrefPelotas e canal WhatsPel.

Tags

teleconsulta, central, ligações, 0800, orientações, atendimento, balanço das ligações, 468 chamadas telefônicas, 0800 6485 319

Carregando 0%